"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
02/06/2020
Bergoglio deturpa a Palavra de Jesus
 

Bergoglio deturpa a Palavra de Jesus

01 de junho de 2020

https://image-media.gloria.tv/placidus/i/r7skckunbjab7vh58f3eyas2rzrjqhjkgc37e62.jpg

Maria Ferraz

Francisco disse neste fim de semana que a "pandemia" do coronavírus deveria transformar a vida das pessoas para melhor, abrindo caminho para uma "sociedade mais cristã" (ou mais comunista?).

"Quando sairmos dessa pandemia, não poderemos continuar fazendo o que temos feito e como o fizemos. Não, tudo será diferente", disse Fco em uma mensagem em vídeo para o Pentecostes, comemorando a vinda do Espírito Santo aos apóstolos.

Então ele novamente empregou seu mantra favorito em favor dos descartados e dos pobres, tornando os cristãos meros servos das necessidades materiais de outros.

"Tendo sofrido o fechamento, as pessoas deveriam estar mais sintonizadas com as necessidades dos outros", disse ele, e mais dispostas a enfrentar a "pandemia da pobreza". "Todo sofrimento será inútil se não construirmos uma sociedade mais justa juntos." , mais equitativo, mais cristão, não no nome, mas na realidade, uma realidade que nos leva à conduta cristã ", continuou ele." Se não trabalharmos para acabar com a pandemia da pobreza no mundo, com a pandemia da pobreza em cada um de nossos países, na cidade em que cada um de nós mora, desta vez será em vão ".

"Nós não nos salvamos. Ninguém é salvo sozinho. Ninguém", disse Fco. "Sabemos, sabemos, mas essa pandemia que vivemos nos fez experimentá-la de uma maneira muito mais dramática".
Aqui Bergoglio se refere a "salvar-se" da morte, ele se refere à saúde do corpo mortal, não da alma que se importa muito menos, ou nada, talvez porque ele não acredita no inferno (Scalfari)

"Temos diante de nós o dever de construir uma nova realidade", acrescentou.

Esta é uma frase da elite globalista a quem a Fco serve, que planeja nos transformar em escravos controlados através da tecnologia e do medo.

Fco continua: "O Senhor fará isso (construirá uma nova realidade) e poderemos colaborar, pois ele disse: 'Faço nova todas as coisas'".

Bergoglio deturpa totalmente o significado das palavras de Cristo no Apocalipse:

"E aquele que está sentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreva, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras"

É claro que Jesus não tinha em mente a era pós-coronavírus como o momento em que ele "tornaria todas as coisas novas", porque agora começa um tempo de exploração e subjugação da humanidade pelos mundialistas, sob os ditames do Anticristo.

Cristo, ao contrário, estava se referindo à nossa libertação do jugo demoníaco e do fim do pecado na Terra, através da ação do Verbo Encarnado depois que Sua Mãe pisa na cabeça de Satanás, o que implica a sequência do Aviso, o milagre e o castigo, a separação do joio e do trigo trazendo consigo a renovação ou a nova era (expressão que os gnósticos usurparam para nos confundir).

Parece que a era mais sangrenta do anticristo que redobra sua perseguição contra a cristandade é vista por Francisco como a era da renovação, ou o triunfo temporário de Satanás.

Fonte: https://religionlavozlibre.blogspot.com/2020/06/bergoglio-tergiversa-la-palabra-de-jesus.html?

 
 
 

Artigo Visto: 306 - Impresso: 4 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 4.189.644 - Visitas Únicas Hoje: 766 Usuários Online: 188