"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
31/07/2020
Carta de Mons. Viganò a Mons. Taussig: «A Caridade exerce-se para o Bem»
 

Carta de Mons. Viganò a Mons. Taussig: «A Caridade exerce-se para o Bem»

quinta-feira, 30 de julho de 2020

O Dies Iræ publica, a pedido de Mons. Carlo Maria Viganò, uma carta que o antigo Núncio Apostólico em Washington enviou, hoje, ao Bispo de San Rafael, Mons. Eduardo Taussig, no seguimento da decisão do Prelado argentino de punir sacerdotes e seminaristas que se recusaram administrar e receber a Sagrada Comunhão na mão. Mons. Taussig também já decretou o encerramento do Seminário da Diocese argentina.

30 de Julho de 2020

Excelência,

Estou transtornado e magoado por saber, através da imprensa internacional, da notícia relativa à decisão de encerrar o Seminário da Diocese de San Rafael e de demitir o seu Reitor, P. Alejandro Miguel Ciarrocchi.         

Esta decisão terá sido adoptada, sob a sua zelosa recomendação, pela Congregação para o Clero, que considerou inadmissível a recusa da parte dos clérigos sob sua jurisdição em administrar e receber a Sagrada Eucaristia na mão e não na boca. Imagino que o comportamento louvável e coerente dos sacerdotes, dos seminaristas e dos fiéis de San Rafael lhe tenha dado um óptimo pretexto para fechar o maior Seminário argentino e dispersar os seminaristas para reeducá-los noutros lugares, em seminários tão exemplares que agora estão vazios. Vossa Excelência conseguiu traduzir admiravelmente na prática aquele convite à parrésia em nome da qual se deveria derrotar o flagelo do clericalismo denunciado desde o mais alto Sólio.                

Posso compreender a sua decepção ao ver que, não obstante a obra intensiva de doutrinação ultramodernista realizada nestas décadas, ainda existem bons padres e seminaristas que não antepõem a obediência de cortesia ao devido respeito ao Santíssimo Sacramento; e posso imaginar o seu despeito ao ver que também os fiéis leigos e famílias inteiras – daquela que é chamada “a Vendeia dos Andes” – seguem os bons pastores, dos quais, como diz o Evangelho, «reconhecem a sua voz», e não os mercenários «que não se importam com as ovelhas» (Jo 10,  4.13).   

Estes episódios confirmam a acção do Espírito Santo na Igreja: o Paráclito infunde o dom da Fortaleza nos humildes e nos fracos e confunde os soberbos e os poderosos, tornando manifesta a fé no Augusto Sacramento do Altar, por um lado, e, por outro, a sua condenável profanação por respeitos humanos. Conformar-se à mentalidade do mundo talvez possa fazer com que Vossa Excelência mereça o fácil e interessado aplauso ​​dos inimigos da Igreja, mas não evitará nem a unânime deploração dos bons, nem muito menos o Julgamento de Deus, que sob os véus eucarísticos está presente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade. E que aos Sagrados Pastores pede que sejam Suas testemunhas, não Seus traidores e perseguidores.     

Vossa Excelência permitir-me-á que lhe faça notar uma certa incoerência do seu comportamento com o lema que escolheu para o seu brasão episcopal: Paterna atque fraterna charitate. Não vejo nada de paternal no punir os sacerdotes que não querem profanar a Hóstia Santa, nem forma alguma de verdadeira caridade para com aqueles que desobedeceram a uma ordem inadmissível. A Caridade exerce-se para o Bem e para o Verdadeiro: se tem o erro como princípio e o mal como fim, não é mais que uma grotesca paródia da Virtude. Um Bispo que, em vez de defender a honra devida ao Rei dos reis e louvar os que se esforçam por esse nobre propósito, consegue fazer fechar um florescente Seminário e repreender publicamente os seus clérigos, não cumpre uma acção de caridade, mas um deplorável abuso, do qual será chamado a responder perante o tribunal de Deus. Rezo para que compreenda quanto o gesto, avaliado sub specie aeternitatis, é em si um escândalo para os simples. Os seus estudos no Angelicum deveriam ajudar Vossa Excelência nesta obra de sã resipiscência que impõe sub gravi também a necessária reparação.             

A imprensa refere que, na Diocese de Basileia, na Igreja de Rigi-Kaltbad, uma mulher revestida de paramentos sagrados simula habitualmente a celebração da Missa, na ausência de um sacerdote ordenado, omitindo apenas as palavras da Instituição. Pergunto-me se Mons. Felix Gmür se distinguirá pelo mesmo zelo que o animou e se recorrerá aos Dicastérios Romanos para fazer punir de modo exemplar a sacrílega encenação. Temo, todavia, que a inflexibilidade por si demonstrada ao punir os sacerdotes que obedientemente lhe desobedeceram não encontrará émulos na Suíça. Certamente, se naquele altar um sacerdote tivesse celebrado a Missa em Rito Tridentino, as flechas do Ordinário teriam sido rápidas a atingi-lo; mas uma mulher que celebra abusivamente e sacrilegamente a Missa é, hoje, considerada uma coisa insignificante, tanto quanto expor à profanação o Santíssimo Sacramento do Altar.     

Juntamente com os clérigos e os leigos da sua Diocese, a quem injustamente atingiu e ofendeu gravemente, rezo por si, Excelência, pelos mandantes da Santa Sé e, em particular, pelo Cardeal Beniamino Stella, que conheci como sacerdote devoto e como Núncio Apostólico fiel, a quem, como Delegado para as Representações Pontifícias, visitei em Bogotá. Uma vez meu amigo, trabalhei com ele durante anos na Secretaria de Estado: infelizmente, desde há algum tempo, não posso mais reconhecê-lo como tal pela sua participação na obra de demolição da Igreja de Cristo.

Rezamos pela vossa conversão, uma conversão à qual todos somos chamados, mas que é improrrogável para aqueles que operam não para a glória de Deus, mas contra o bem das almas e a honra da Igreja.        

Rezamos todos pelos seminaristas pelos fiéis de San Rafael, aos quais, Excelência, declarou guerra.        

Com fraterna Caridade, na Verdade,

† Carlo Maria Viganò, Arcebispo

Fonte:https://www.diesirae.pt/2020/07/carta-de-mons-vigano-mons-taussig.html?

 
 
 

Artigo Visto: 127 - Impresso: 1 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 4.234.028 - Visitas Únicas Hoje: 356 Usuários Online: 132