"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
17/10/2020
Coronavírus no Vaticano, um caso em Santa Marta
 

Coronavírus no Vaticano, um caso em Santa Marta

17-10-2020

Um novo caso de Covid-19 foi oficialmente comunicado na Cidade do Vaticano. É uma pessoa assintomática que mora na Casa Santa Marta, a residência papal.

No final da manhã, o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé comunicou a jornalistas credenciados o caso de positividade de um morador da Domus Sanctae Marthae, confirmando os casos de positividade entre os guardas suíços, mas sem especificar o número (segundo comunicado da Sala de Imprensa do Pontifício Corpo da Guarda Suíça ontem, há 11 casos), sem mencionar os casos entre os Gendarmes e o motivo do encerramento da Imprensa Vaticana ontem às 10 horas sem ninguém dar explicações. Rumores sugerem que dentro da Imprensa do Vaticano (ou no prédio que a abriga, na Porta di Sant'Anna, ao lado dos Correios do Vaticano, do Annona e da Diretoria de Saúde e Higiene SCV) há um surto de muitos positivos para Sars-CoV-2 (pelo menos 30) que relatamos ontem [Vaticano e Covid-19. Onze doentes entre os guardas suíços. Outros desenvolvimentos da situação são aguardados ]. O fato é que os pontos positivos para Sars-CoV-2 no Estado da Cidade do Vaticano aumentam. Temos certas notícias - ainda que não oficialmente confirmadas - de que quase todas as administrações do SCV e da Santa Sé têm funcionários positivos em casa isolados e que o Corpo de Gendarmeria do SCV também tem 4 certos casos de gendarmes mantidos em casa desde os resultados positivo.

Comunicação aos jornalistas do Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni  hoje: “Nos últimos dias, os três casos positivos entre residentes e cidadãos do Estado da Cidade do Vaticano foram curados. Nesse ínterim, foi identificado mais um caso de positividade para COVID19 entre os residentes do Estado, além dos positivos encontrados na Guarda Suíça. O paciente, atualmente assintomático, foi colocado em isolamento, assim como os que tiveram contato direto com ele, e saiu temporariamente da Casa Santa Marta, onde costuma residir. As disposições emanadas da Santa Sé e do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano continuam a ser observadas e a saúde de todos os moradores da Domus é constantemente monitorada ”.

Acontece que o Soberano do Estado da Cidade do Vaticano deve se retirar para a Residência Pontifícia de Castel Gandolfo, agora mais do que nunca como desejamos e repetimos também desde 7 de março de 2020. O Santo Padre deve deixar a peneira do navio de cruzeiro Domus Sanctae Marthae no porto marítimo da Cidade do Vaticano e ser transferido para uma residência segura: o Palácio Apostólico ou, melhor ainda, a Residência Pontifícia de Castel Gandolfo.

Repetimos no dia 18 de março (OMS ): o “Domus” como navio de cruzeiro atracado na Piazza Santa Marta; a Cidade do Vaticano como um porto marítimo.

Repetimos no dia 26 de março:  Papa positivo ou Papa negativo, a Domus não é mais um lugar seguro. Súplica ao Papa, na hora do julgamento.

Já o repetimos mesmo depois e não nos cansaremos de o repetir.

Vik van Brantegem

Fonte: http://www.korazym.org/49607/sars-cov-2-malato-asintomatico-ha-lasciato-domus-sanctae-marthae-residenza-di-francesco-ripetiamo-dal-7-marzo-il-papa-si-ritira-a-castel-gandolfo/

 
 
 

Artigo Visto: 166 - Impresso: 0 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 4.336.237 - Visitas Únicas Hoje: 1.290 Usuários Online: 247