"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
23/11/2017
Cardeal Marx: o desafio número um enfrentado pela Europa é a “mudança climática”.
 

Cardeal Marx: o desafio número um enfrentado pela Europa é a “mudança climática”.

Agora entende-se por que  “estúpidos” e “perversos” foram adicionados à listinha de epítetos da era da Revolução da Ternura.

https://i1.wp.com/media.breitbart.com/media/2017/10/Pope-and-Marx-640x480.jpg

Por Breitbart News  | Tradução: Juceli Bianco

Ao lançar uma conferência internacional do Vaticano sobre o futuro da Europa na sexta-feira, o cardeal alemão Reinhard Marx enumerou sua ideia dos três maiores desafios que a Europa enfrenta, sendo a maior delas a “mudança climática”.

“A União Européia e toda a Europa encontram-se diante de grandes desafios”, afirmou o cardeal em uma conferência de imprensa na manhã de sexta-feira, “para os quais os cidadãos esperam, se não respostas conclusivas, pelo menos objetivos claros e perspectivas de seus políticos e da política”.

O fórum do Vaticano intitulado “(Re) pensar a Europa: um contributo cristão para o futuro do Projeto Europeu” é considerado “um diálogo de alto nível entre a Igreja e os atores políticos” e é coorganizado pela Comissão das Conferências Episcopais da Comunidade Europeia (COMECE) e a Santa Sé.

Como o primeiro dos três desafios em sua lista, Marx falou: “As mudanças climáticas… precisam mudar nosso estilo de vida insustentável a médio prazo. Unidos para este que é o problema dos custos das mudanças ecológicas e sua distribuição “.

Os outros dois grandes desafios, declarou Marx, são “mudanças no mercado do trabalho”, como a digitalização e a robótica, e a crise dos migrantes da Europa.

Ao colocar a “mudança climática” como o problema número um da Europa, o cardeal Marx ecoou o sentimento geral do povo alemão. Uma pesquisa publicada em agosto passado descobriu que a “mudança climática” era a principal preocupação de mais de 70% dos alemães, enquanto menos da metade dos entrevistados classificava a migração em massa como uma causa de ansiedade.

Curiosamente, em sua análise, o prelado não mencionou a profunda crise na Igreja Católica Alemã, que tem estado a sofrer hemorragia de fiéis nos últimos 20 anos.

Como Breitbart News informou em agosto passado, a Igreja Católica progressista na Alemanha perdeu 160 mil membros adicionais em 2016 e 537 paróquias foram fechadas. Desde 1996, a população católica na Alemanha diminuiu de 27.533.000 para 23.582.000 – um declínio de mais de 14%.

Fonte:https://fratresinunum.com/2017/11/24/cardeal-marx-o-desafio-numero-um-enfrentado-pela-europa-e-a-mudanca-climatica/

 
 
 

Artigo Visto: 157 - Impresso: 2 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 2.842.145 - Visitas Únicas Hoje: 202 Usuários Online: 56