"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
07/01/2018
O julgamento particular da alma de um sacerdote
 

O julgamento particular da alma de um sacerdote

07/01/18  - 12:05 am

https://adelantelafe.com/wp-content/uploads/2018/01/sacerdote.jpg

por Padre J.M Rodríguez de la Rosa

Queridos irmãos, esta é a experiência de um sacerdote que teve a graça de conhecer o julgamento de um pecado cometido, como um ensinamento do que será o julgamento pessoal da vida de cada alma no momento da morte. É muito rentável para todos, para tomar consciência da importância do julgamento de Deus, da confissão, da dor dos pecados, dos pecados de omissão, que muitas vezes não tomamos em consideração.

Estava um sacerdote numa tarde, quase noite, em sua casa, calmo e seu espírito sereno, ocupado em ler, quando de repente e surpreendentemente, sua alma entrou em um sofrimento agonizante. Um sofrimento que não era humano, foi o sofrimento da alma separada do corpo, para o qual o sofrimento toma uma dimensão, intensidade e profundidade desconhecidas para a alma, é o sofrimento que não é limitado pelo organismo físico, é um sofrimento desejado e amado pela alma, ao conhecer com Luz divina os seus pecados,  é um sofrimento que parece infinito e cuja intensidade cresce; É uma angústia muito dolorosa pela ofensa do pecado. Nessa dor, a alma não pede ajuda de ninguém, nem do Senhor, nem da Santíssima Virgem, nem dos anjos ou dos santos padroeiros, é um sofrimento onde não há mais arrependimento ou boas vozes para não pecar novamente. É o sofrimento do julgamento, onde a alma só quer aceitar a dor de seu pecado porque é o justo. Nessa dor, a alma reverencia a Deus, que ele sente como Santo, Justo, Misericordioso, sabendo que seu sofrimento é santo, justo e fruto da misericórdia de Deus.

A alma do sacerdote viu claramente e entendeu o que aconteceu naquela tarde, quando ele cometeu um pecado de omissão, por silenciar ante uma pessoa ofendida por outra, em sua presença. O sacerdote, por respeito humano, não defendeu, como era sua obrigação, a pessoa ofendida. Ele sabia que não fez o que era certo, mas mesmo assim ele não tinha consciência do pecado, pelo qual ele nem sequer pensou em confissão.

O Senhor, então, mostrou-lhe o seu erro. A experiência durou apenas alguns segundos, que é a percepção do sacerdote, que sentiu que se tivesse durado mais tempo, apenas alguns minutos, ele não saberia se poderia ter resistido a tão agonizante sofrimento. No final da experiência, ele rapidamente chamou a pessoa em questão para se desculpar, e ele confessou na primeira ocasião.

Com o espírito calmo e recuperado da experiência, o padre meditou sobre o que aconteceu e estremeceu quando pensou o que teria acontecido se a experiência tivesse sido sobre um pecado mortal, ou mais, a revisão de toda a vida.

Queridos irmãos, o julgamento de Deus nos espera a todos, com mais rigor aos sacerdotes, porque nos deu mais. Agora, nestes dias da nossa vida, é quando estamos sob a proteção da Misericórdia, cuja missão é nos preparar para o Julgamento de Deus; É hora de colocar nossa alma em paz com Deus, santificar e viver de acordo com a Lei divina. Se aqueles que vivem em pecado mortal tiveram a experiência de qual será o seu julgamento, eles deixariam suas vidas instantaneamente, independentemente de sua situação econômica, seus filhos ou qualquer coisa de sua vida atual. A magnitude da grandeza do Juízo e do sofrimento, é inimaginável para o quão sagrado e justo será. Mas eles não terão essa experiência, porque já têm os Mandamentos da Lei de Deus, o ensino tradicional da Igreja, as lições dos Santos Padres e os santos teólogos.

A confissão freqüente, a dor dos pecados, vivendo de acordo com os Mandamentos da Lei de Deus e da Igreja, a recepção dos Sacramentos, isto é, a vida santa, nos levará à felicidade da glória do Céu. Agora é a hora de lutar, sofrer, rezar e sofrer pela eterna salvação de nossa alma.

Ave María Purísima.

Fonte: https://adelantelafe.com/juicio-particular-del-alma-sacerdote/

 
 
 

Artigo Visto: 610 - Impresso: 11 - Enviado: 2

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.215.694 - Visitas Únicas Hoje: 305 Usuários Online: 146