"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
09/02/2019
Sinais perturbadores de que o satanismo está se infiltrando na Igreja Católica
 

Sinais perturbadores de que o satanismo está se infiltrando na Igreja Católica

Qua 6 de fevereiro de 2019 - 12:16 pm EST

https://www.lifesitenews.com/images/made/images/local/Lightening_strikes_Vatican_810_500_75_s_c1.jpg

6 de fevereiro de 2019 (LifeSiteNews) - As pessoas se sentem desconfortáveis falando sobre satanismo, mas há tantos sussurros sobre suas incursões nos dias de hoje que o assunto está finalmente chegando ao ar livre. Como a adoração a Satanás tende, por sua própria natureza, a ser feita na escuridão, é difícil obter evidências sólidas sobre quem pode estar envolvido e quão difundido pode ser. Em suas longas entrevistas com Taylor Marshall no YouTube, a vítima do abuso James Grein sugere possíveis elementos satânicos em conexão com McCarrick, o grupo de St. Galen, e outros envolvidos na onda de escândalos que ultrapassaram a hierarquia, incluindo o papado.

Devemos nos surpreender com isso? De certo modo, sim, e de certo modo, não.

Os clérigos mais poderosos sofrerão a maior tentação de se aliarem ao “anjo da luz”, que tenta rivalizar com Deus e derrubar Sua ordem - uma ordem mais aparente na diferenciação da raça humana em homem e mulher, e a ordenação de atividade sexual à procriação. Qualquer homem poderoso na Igreja, se ele não dobrar todos os seus esforços para santificar sua alma e corpo de acordo com a virtude sobrenatural, será atraído para contaminar sua alma e corpo com um vício não natural. Aqueles que não estão totalmente comprometidos com Cristo encontrar-se-ão descendo para a festa do seu arqui-inimigo.

Que uma escolha deve ser feita entre o caminho da vida e o caminho da morte é verdadeiro para todos os cristãos, mas vale especialmente para os sacerdotes e bispos, os pastores do rebanho. O pastor contratado, de todos os homens, requer a maior humildade, pois está trabalhando sem parar para vigiar e preservar ovelhas - ovelhas que nem mesmo pertencem a ele! Que humilhante; como ralar; quão indignos são os objetivos da vida do pastor. É por isso que um bom pastor brilha com auto-sacrifício, enquanto um pastor fede ao egoísmo. Devemos nos preocupar mais com o "cheiro do pastor" do que com o "cheiro das ovelhas".

As recentes notícias sobre a promoção do bispo argentino Gustavo Óscar Zanchetta pelo papa Francisco a um alto cargo no Vaticano, apesar das acusações graves já conhecidas contra ele, são outro exemplo, entre tantos, de como este papa se cerca com personagens desagradáveis. Longe de estar comprometido com a reforma moral, ele capacita aqueles que estão moralmente comprometidos, ao mesmo tempo em que distancia ou desonra aqueles que são moralmente fortes.

Em Apocalipse 22:15, quando Jesus lista aqueles que serão excluídos da Jerusalém celestial, a lista inclui vários pecadores, tais como feiticeiros, libertinos, assassinos, idólatras e mentirosos. No entanto, o primeiro da lista é "cães". Será que Jesus tem algum problema com o "melhor amigo do homem"? Dificilmente. O termo “cão” também é usado em Deuteronômio 23:17 em uma lista de coisas impuras que não podem ser trazidas para o templo na Jerusalém terrena: “Não oferecerás o aluguel de uma prostituta, nem o preço de um cão, na casa do SENHOR, teu Deus, seja o que for que prometeste; porque ambos são uma abominação ao SENHOR, teu Deus. Deus deixa claro que os israelitas não devem trazer coisas imundas ao templo como oferendas. O salário das prostitutas (rameiras) e das prostitutas de culto do sexo masculino (“cães”) são estritamente proibidos e devem ser excluídos.

Portanto, as primeiras pessoas na lista do Apocalipse que devem ser definitivamente excluídas da Jerusalém celestial são os sodomitas do sexo masculino. Estes, então, são os cães que devem ser excluídos do reino, tanto na terra quanto no céu.

“Venha o Teu reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu.” O que nunca pode ser recebido no Reino celestial é também proibido na terra; aquilo que Deus sempre punirá na eternidade também deve ser punido no tempo, na medida do possível. Pois a Igreja na terra é chamada a ser santa como o Senhor é Santo e para derrubar todos os ídolos para segui-Lo somente. Não vemos nada além disso nos Atos dos Apóstolos; nos Padres do Deserto; nos primeiros monges e monjas; na longa linhagem dos Santos, sejam contemplativos retirados do mundo ou Ministros ativamente envolvidos na sua governança, que defendem a ordem harmoniosa da criação de Deus e a beleza ainda mais maravilhosa da redenção que Cristo obteve para nós contra a dissonância de seus inimigos demoníacos.

Fingir que nós, no nosso tempo, não somos testemunhas e participantes de uma batalha sem precedentes entre os exércitos sublimes do bem e do mal seria delirante. O inimigo rompeu as muralhas e está dentro, confortavelmente sentado em tronos episcopais, executando ofícios curiais, e há muito tempo comprometido, com a ajuda de Satanás e seus anjos, para a destruição de qualquer forma reconhecível de cristianismo confessional.

É melhor saber o que realmente está acontecendo: isso é sombrio e libertador. Isso nos liberta do cansativo exercício de fingir que estamos em uma nova era do espírito, desencadeada pelo último Concílio, e nos alista na companhia dos santos anjos, cuja ajuda precisamos urgentemente.

Na verdade, estamos em uma nova era do espírito. O problema é que é o espírito errado e seu nome é legião, pois eles são inumeráveis. Se você já não está rezando a Oração de São Miguel todos os dias, é hora de começar; se você está rezando, persevere. A temporada de pretensa bondade acabou. As armas estão carregadas; é uma guerra total.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/blogs/troubling-signs-that-satanism-is-infiltrating-catholic-church

 
 
 

Artigo Visto: 386 - Impresso: 3 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.388.463 - Visitas Únicas Hoje: 914 Usuários Online: 180