"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
11/05/2019
TEMOS LIDO O PROJETO DE REFORMA. TALVEZ SEJA MELHOR SER REESCRITO POR PROFISSIONAIS DO MESTIERE.
 

TEMOS LIDO O PROJETO DE REFORMA. TALVEZ SEJA MELHOR SER REESCRITO POR PROFISSIONAIS DO MESTIERE.

11/05/2019

https://i0.wp.com/www.marcotosatti.com/wp-content/uploads/2018/06/san-pietro-nubi-3-1.jpg?w=225

Marco Tosatti

Queridos amigos e inimigos do Stilum Curiae, esta manhã, no Nuova Bussola Quotidiana, escrevi um artigo que é uma antecipação, e que penso ser interessante.

Nos últimos dias, tive em minhas mãos o esboço da reforma da Cúria, o "Praedicate Evangelium" (se o nome for confirmado) e tive uma impressão muito negativa.

Eu tenho lido documentos eclesiásticos de todos os tipos por muitos anos (desde 1981). O que eu tenho diante de meus olhos, e pelo qual me refiro no Bussola, me impressionou pela má qualidade, de um ponto de vista formal e substancial.

Para começar, porque com toda a conversa da sinodalidade, o rascunho não foi enviado a todos os cardeais, que são os primeiros conselheiros do Papa, eles são cardeais precisamente para aconselhar o Papa, não para calçar o boné. E se você não os consultar para uma reforma da Cúria e da Igreja, pessoas que certamente têm uma grande experiência, o que consulta? E que sinodalidade seria então? Para conversas.

Eles me explicaram que, na verdade, neste momento, o pontífice reinante é fortemente influenciado e condicionado por duas pessoas. O primeiro é o cardeal alemão e presidente da Conferência Episcopal da Alemanha, Reinhard Marx. Agora a Igreja Católica da Alemanha está em estado de crise permanente, com dezenas de milhares de fiéis saindo a cada ano, e com vazamentos em direção ao protestantismo (e o fim previsível que está afetando as Igrejas oficiais da Reforma, isto é, o gradual desaparecimento) em busca dos valores de correção política.

A segunda pessoa é o cardeal Oscar Maradiaga, embaraçado aos ouvidos em controvérsias de natureza financeira e sexual. Sua mão direita em Tegucigalpa, bem como bispo auxiliar, Mons. Pineda foi forçado a renunciar depois que cerca de cinquenta seminaristas assinaram uma carta acusando-o de assédio sexual. Pineda, no entanto, de acordo com o que nos dizem, ainda faz o bem e o mau tempo em Honduras, graças à proteção de Maradiaga, e não recebeu nenhum tipo de punição. Uma situação incrível, que levou, entre outras coisas, a esposa do ex-embaixador hondurenho no Vaticano, Martha Alegria Reichmann, a escrever um livro chamado "Sacred Betrayals", (Sagradas Traições) publicado até agora apenas em espanhol.

Nem Marx nem Maradiaga jamais realizaram qualquer tarefa na Cúria Romana.

No artigo da Bússola você vai encontrar os detalhes do meu (e não só do meu, até mesmo de personagens da Cúria próximos do Papa) perplexidade.

Há coisas realmente curiosas, nesta centena ou mais de páginas, mesmo sem um índice. Fiquei impressionado com o artigo 130: A Igreja "Ela trabalha para assegurar que as conferências episcopais valorizem e protejam as culturas indígenas com sua herança de sabedoria e seu equilíbrio cósmico e espiritual como uma riqueza para toda a humanidade". Cósmica? Finalmente, a Igreja Católica reavalia os cultos pré-colombianos, ou o culto da Mãe Terra, a Pacha Mama, em cujas danças participou o Cardeal Ravasi - você se lembra? Ou alguma cosmogonia latino-americana? Mas nós estamos realmente certos?

Fonte: http://www.marcotosatti.com/2019/05/11/abbiamo-letto-la-bozza-di-riforma-forse-e-meglio-che-sia-riscritta-da-professionisti-del-mestiere/
 

 
 
 

Artigo Visto: 283 - Impresso: 4 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.628.987 - Visitas Únicas Hoje: 9 Usuários Online: 176