"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
28/05/2019
O país dos Bispos pavimentados
 

O país dos Bispos pavimentados

28-05-2019

As primeiras reações dos Bispos aos resultados eleitorais para o Parlamento Europeu estão ainda mais preocupantes com a campanha eleitoral flagrantemente conduzida a favor da esquerda.

http://lanuovabq.it/storage/imgs/avvenire-1-large-0-1-2.jpg

Editorial / Riccardo Cascioli

Há um país onde os Bispos fizeram política e perdem as eleições; Onde o diário do CEI ( Avvenire) após honra perde até o senso do ridículo; Onde os pastores falam em anunciar o Evangelho e apoiam aqueles que querem drogas livres, eutanásia, aborto, útero de aluguel, além de um exército de imigrantes irregulares. É a Itália dos 8xMille, o país dos Bispos pavimentados.

Mas não vamos nos enfurecer com o revés sofrido pelas hierarquias eclesiásticas que arrastaram a Igreja para uma batalha partidária insensata, favorecendo uma espécie de referendo sobre Matteo Salvini, com os resultados que vimos. Já havíamos expressado nossa amargura por essa redução da missão da Igreja, um julgamento que teria sido o mesmo, mesmo que os católicos e os italianos tivessem seguido fielmente as indicações da liderança episcopal.

Em vez disso, notamos que, mesmo depois da pesada derrota, houvesse uma sacudida; pelo contrário, persiste com análises imaginativas e, acima de tudo, não reconhece a realidade simples. A linha CEI foi sintetizada pelo diretor do Avvenire, Marco Tarquinio (clique aqui): é concedido que Salvini venceu na Itália (pelo menos isso), mas teria muito pouco para se alegrar porque no geral na Europa o soberanismo teria sido fortemente derrotado . E consequentemente - explica Tarquinio - a Itália se encontrará marginalizada na Europa, porque obviamente não pode ser aceita pelos governos europeístas que continuarão liderando a União.

Como de uso, uma vez que o chefe deu a linha, todos os soldados se movem para espalhá-lo por toda parte, felizes por terem encontrado a solução para exorcizar a vitória do inimigo. Só que muitas vezes os soldados são apanhados no entusiasmo e, desdenhosos do ridículo, lançam-se em declarações dignas dos tempos áureos do Pravda.

Como exemplo, mencionarei apenas um tweet, lançado por um correspondente que, em nome do Avvenire, principalmente patrocina viagens no Mediterrâneo. Cuidado, ele nos diz, porque eles vão tentar fazer-nos crer que na Europa tem havido uma vitória soberanista: «caso contrário, quem pensa que ganhou na Itália, como eles aceitarão que perderam na Europa?».

Em suma, os resultados das eleições seriam um pensamento, não a realidade, o que corresponderia à derrota de Salvini na Europa.

Como você pode ver, estas são declarações sem sentido que desafiam a lógica. Como explicamos nos outros artigos que propomos a vocês hoje, na realidade a situação é muito mais complexa porque os chamados "soberanistas" estão difundidos em vários grupos parlamentares e nacionais e os únicos dados certos são que o antigos grandes partidos europeus sofreram um grande redimencionamento.

Então não poderia faltar o bispo, e este é também o presidente dos bispos da comunidade européia (o luxemburguês Jean-Claude Hollericq), que elogia o salto dos Verdes, que - parece dizer Hollericq - deveria ser de esperança, porque é uma votação que vai na direção desejada pela encíclica Laudato Sì, do Papa Francisco.

Voltemos à questão central: o que é ainda mais preocupante na campanha eleitoral que acaba de terminar e na forma como foi conduzida é a incapacidade dos bispos políticos (e seus seguidores) de aceitar a realidade simples: se pode ser mais ou menos feliz, mais ou menos desapontado, que as eleições andaram de certa forma, mas os números são números, os eleitos são eleitos, dados que não podem ser alterados. E daqui também deve começar uma reflexão séria: não na Europa, mas na própria Igreja.

Riccardo Cascioli

Fonte; http://lanuovabq.it/it/il-paese-dei-vescovi-asfaltati

 
 
 

Artigo Visto: 254 - Impresso: 3 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.545.086 - Visitas Únicas Hoje: 938 Usuários Online: 188