"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
07/08/2019
Sociedade Chesterton dos EUA Responde ao Bispo Doyle.
 

Sociedade Chesterton dos EUA Responde ao Bispo Doyle.

terça-feira, 6 de agosto de 2019

https://1.bp.blogspot.com/-o_SLIdksoQI/XUmALk2dqLI/AAAAAAAA0Jc/4jtLxXBhFgkFo_XaOu4WWws2gVd5sPt2ACLcBGAs/s320/GK%2BChesterton%2BPilgrimage%2B2016%2Bgraveside.jpg

Acima temos foto de peregrinos ao túmulo de G.K.Chesterton. Mas o bispo Peter Doyle acha que não existe culto a ele.

O bispo Peter Doyle, de Northampton, não concedeu ao grande escritor inglês G.K.Chesterton o caminho da santificação na Igreja Católica. As razões que ele alegou foram: 1) Não haveria um culto local a Chesterton; 2) Não identificou espiritualidade especial em Chesterton; e 3) Chesterton teria tido aspectos anti-semitas.

São todas razões muito fáceis de serem respondidas, muitos livros e autores já a responderam há décadas e o padre John Udris, que tratou de coletar as informações para a canonização de Chesterton, respondeu a todas elas. Mas o bispo Doyle não quis saber e negou a santificação de Chesterton.

Hoje leio que o Presidente da Sociedade Chesterton dos Estados Unidos, Dale Ahlquist, escreveu um Nota para a Imprensa sobre o assunto.

Inicialmente, Ahlquist leu uma carta que recebeu do bispo Peter Doyle colocando aquelas justificativas para não iniciar canonização de Chesterton, em seguida Alhquist passa a responder ao bispo.

Vou traduzir sua resposta ao bispo, colocando em negrito as respostas às críticas do bispo à causa de Chesterton.

G.K. Chesterton deveria ser chamado de Santo

Declaração de Dale Ahlquist, Presidente da Sociedade de Gilbert Keith Chesterton

MINNEAPOLIS, Minnesota (5 de agosto de 2019 - Festa de Nossa Senhora das Neves)

Em 1º de agosto de 2019, na 38ª Conferência Anual Chesterton, realizada este ano em Kansas City, li aos 500 participantes a carta do bispo Peter Doyle de Northampton, Inglaterra, um homem que sempre me mostrou a maior gentileza e respeito.

Embora eu tenha recebido esta carta em abril, esta foi a primeira menção pública a ela. No dia seguinte, o Catholic Herald, na Inglaterra, relatou a história, e a imprensa católica em todo o mundo propagou.

Na minha resposta ao Bispo, expressei a minha simpatia pela dificuldade da sua tarefa e disse-lhe que estava de fato desapontado mas não desanimado. Acrescentei que os Chestertonians, como ele previa, continuariam a fazer tudo o que pudéssemos para promover a canonização de Chesterton. Eu acrescentei que nenhum santo endossaria sua própria causa, muito menos o humilde poeta de Beaconsfield. O bispo respondeu imediatamente concordando com o último ponto.

Pouco antes da conferência, escrevi para ele e disse que discutiríamos esse assunto em nossa conferência e pedi suas orações. Ele respondeu e disse que iria realizar uma missa para a conferência e a Sociedade de Gilbert Keith Chesterton.

Eu gostaria - da forma mais sucinta possível - de abordar as objeções do Bispo, porque elas serão importantes para os outros também.

Primeiro, existe sim um culto local. Foi o Diácono Sênior (agora falecido) da Diocese de Northampton que primeiro apelou ao Bispo para abrir a causa de Chesterton, dizendo: "Precisamos da sua santidade". Existe um grupo em Londres chamado The Catholic Chesterton Society, liderado por Stuart McCullough, cuja história de conversão é contada em meu recente livro My Name is Lazarus - 37 Stories of Converts Whose Path to Rome was Paved by GK Chesterton. Todo mês de junho, peregrinos caminham e rezam de Londres a Beaconsfield, culminando no túmulo de Chesterton. A Catholic Chesterton Society traduziu a oração pela intercessão de Chesterton em mais de 20 idiomas.

Existe também um culto universal. Distribuímos mais de 25.000 cartões de oração e recebemos pedidos diários de mais. O culto está crescendo e não mostra sinais de desaceleração. Pessoas de todo o mundo dedicam-se a Chesterton, pedindo sua intercessão porque foram tocadas e transformadas por sua sabedoria e bondade. Ele leva pessoas para Cristo.

A segunda objeção - a falta de um padrão claro de espiritualidade - revela a dificuldade de canonizar uma pessoa leiga. Na conferência, confrontei a platéia dando a eles cinco nomes e perguntei o que as cinco pessoas tinham em comum. Acontece que todos eles viveram na época de Chesterton, todos eram padres católicos, todos haviam fundado ordens religiosas e todos foram canonizados nos últimos 30 anos. E ninguém sabia quem eles eram. Claramente, há pouca dificuldade em discernir o padrão espiritual, por assim dizer, de um fundador de ordem religiosa. Mas G.K. Chesterton não escreveu sobre sua própria vida espiritual e não fundou  ordem religiosa, dizendo a seus seguidores como eles deveriam viver. Em vez disso, ele revelou sua espiritualidade em seus escritos e em sua vida, em seu amor pelos sacramentos, em seu permanente senso de admiração e alegria, e em seu trabalho incansável pela reforma social e política. Ele viveu uma teologia de agradecimento. Ele é o modelo da espiritualidade leiga.

Eu devo acrescentar que há alguns anos venho dando retiros baseados na espiritualidade especialmente coerente de Chesterton.

A terceira objeção é a mais decepcionante porque foi respondida repetidamente, inclusive por grandes estudiosos de Chesterton e de seu tempo. Chesterton não era anti-semita. Para um homem que não apenas defendeu fisicamente os judeus quando eles foram atacados (leia sua Autobiografia), mas repetidamente falou contra a perseguição deles na Alemanha, na Rússia e na Inglaterra, ao dizer: "O mundo deve Deus aos judeus" e "Eu morreria defendendo o último judeu na Europa ”, não deveria ter este epíteto venenoso de anti-semita em nenhum lugar perto de seu bom nome. Estou satisfeito que o Bispo não faça a acusação, mas ele diz que há uma "questão". Embora os escritos de Chesterton sejam incrivelmente novos e vitais, não há dúvida de que ele ocasionalmente diz coisas que são desconexas para nossos padrões modernos de politicamente correto (e o Bispo também faz essa concessão). No entanto, um problema ser "sensível" não deve ficar no caminho de prosseguir com a causa. Ele simplesmente precisa ser tratado de forma honesta, justa, corajosa e caridosa. Além do fato de que há muitos convertidos judeus, atraídos pela fé por ninguém menos que G.K. Chesterton. Quero enfatizar que não há uma onda de hostilidade contra os judeus em nosso apostolado. Ficamos tristes quando alguém repete a falsidade de que Chesterton era anti-semita.

É apropriado que Chesterton, que ganhava a vida como polêmico, continuasse a se achar controverso nos dias de hoje. Mas, se isso prova alguma coisa, prova sua presença permanente. Também é mais uma evidência de que ele pertence àquele grupo controverso, a comunhão dos santos.

Meu recente livro Knight of the Holy Ghost- A Short History of G.K.Chesterton aborda essas questões de forma mais completa e defende a santidade de Chesterton. Eu tinha enviado este livro e o outro My Name is Lazarus para o Bispo.

Enquanto o bispo Peter Doyle sempre foi gracioso e gentil comigo, eu estava ciente do fato de que ele não tinha nenhum entusiasmo por Chesterton e, por sua própria admissão, realmente não conhecia muito sobre ele. Embora eu tenha tentado dar-lhe o conhecimento, não pude dar-lhe o entusiasmo. Minha esperança era que o Profeta fosse honrado em seu próprio país. Embora esteja claro que o Bispo Doyle não estará abrindo a Causa de Canonização para G.K. Chesterton, isso não significa que a causa esteja morta. Estamos confiantes de que, com o tempo, ela se abrirá, sob uma diocese diferente, que é uma possibilidade sob a lei canônica.

Enquanto isso, pedimos que aqueles que estão desapontados com o anúncio sejam caridosos e apoiem o Bispo de Northampton. Ele está orando por nós. Vamos devolver o favor.

Dr. Dale Ahlquist
Presidente da Sociedade de Gilbert Keith Cheserton

 

Fonte: http://thyselfolord.blogspot.com/2019/08/sociedade-chesterton-dos-eua-responde.html?

 
 
 

Artigo Visto: 219 - Impresso: 1 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.628.261 - Visitas Únicas Hoje: 599 Usuários Online: 177