"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
09/08/2020
Maria é para todos
 

Maria é para todos

09-08-2020

COMENTÁRIO: A Mãe de Deus não escapou da ira dos vândalos. Em certo sentido, rejeitar Maria é um começo lógico para a rejeição de Deus.

Por Donald DeMarco

O CEO da Catholic Charities of Eastern Washington, cujo nome não mencionaremos, ganhou as manchetes recentemente com a seguinte confissão:

“Eu sou um racista. ... Minha Igreja Católica, e minha organização de caridade católica, é racista. Como não poderiam ser? Nossa tradição de fé católica baseia-se na premissa de que um bebê, nascido em uma manjedoura no Oriente Médio, era um bebê branco. ”

A observação não é tanto uma confissão, mas uma acusação de racismo. E é construído sobre o pressuposto infundado de que o racismo é uma qualidade inevitável de qualquer pessoa de uma determinada cor, o que incluiria todos. Esta acusação gratuita se aplica também a Maria, Mãe de Deus. O CEO não está apenas confessando, mas tentando destruir, sem nenhum motivo.

Maria também foi indiciada por ser branca. Em outro contexto, ser branco, é claro, significa ser irrepreensível - mas em um contexto racial, podemos dizer que Maria é “branca”? Sua imagem no tilma de São Juan Diego mostra que ela é mexicana. Nossa Senhora de Guadalupe é simplesmente “branca”? Outras imagens da Santíssima Virgem mostram que ela é asiática, africana, indiana ou chinesa. Maria é para todos. É uma blasfêmia reduzi-la à cor de sua pele.

Mas Maria, mesmo como a Madona Negra, não escapa da ira dos vândalos de hoje. Em 22 de junho, o prefeito de Breda, uma cidade no sul da Holanda, condenou os vândalos que desfiguraram uma imagem de Nossa Senhora de Czestochowa (a Madona Negra) e pintaram as letras BLM (Black Lives Matter) abaixo dela.

O prefeito Paul Depla de Breda disse que o incidente foi “particularmente triste para a comunidade polonesa, para a qual o monumento é de grande valor”. É, de fato, de grande valor, não só para os poloneses, mas também para os holandeses. Foi erguido em 1954 em ação de graças pela libertação da cidade dos nazistas.

O general Stanisław Maczek, comandante da Primeira Divisão Blindada polonesa, libertou a cidade em 29 de outubro de 1944. Após a guerra, 40.000 habitantes de Breda assinaram uma petição para conceder a Maczek a cidadania holandesa honorária. Quando Maczek morreu em 1994, ele foi enterrado ao lado de seus soldados mortos em um cemitério na cidade. A Madona Negra, um mosaico incrivelmente belo e colorido, é dedicado aos soldados poloneses do general Maczek que libertaram a cidade da tirania nazista.

É improvável que se possa dialogar com pessoas que sabem pouco de história, menos de religião e nada de civilidade. No entanto, incidentes como o de Breda são uma ocasião para lembrar às pessoas que Maria, a Mãe de Nosso Salvador, é para todos.

A mãe de Jesus se chamava Miriam, nome comum de uma judia de seu tempo. É um nome que aparece frequentemente nos escritos do famoso historiador judeu Titus Flavius ​​Josephus. Miriam era o nome da irmã bíblica de Moisés e Aarão. David Flusser, um autor judeu, fez o seguinte comentário sobre o nome Miriam:

“É maravilhoso que o nome naquela época estivesse sendo tão utilizado. Foi providencial que a mãe de Jesus tivesse o mesmo nome de muitas mulheres judias; é um símbolo de sua conexão com eles. É também uma sorte porque, como sabemos, indicava o vínculo de Jesus com o seu povo ”( Maria : Imagens da Mãe de Jesus em perspectiva judaica e cristã ).

Outra indicação da universalidade de Maria vem da pena do romancista protestante Nathaniel Hawthorne:

“Sempre invejei os católicos aquela doce e sagrada Virgem Mãe que se interpõe entre eles e a Divindade, interceptando um pouco seu terrível esplendor, mas permitindo que seu amor flua sobre o adorador de forma mais inteligível por meio da ternura de uma mulher”.

A ternura feminina de Maria a torna mais acessível às pessoas. Ela é a mãe de todos. Como prova disso, ela apareceu para seus filhos no México, Portugal, França, Irlanda, Polônia, Lituânia, Itália, Ruanda, Japão, Vietnã, Peru, Equador, Bélgica, Estados Unidos e República Tcheca. Esta é uma lista incompleta e ela apareceu várias vezes em um determinado país.

Maria seria misericordiosa com aqueles que desfiguraram sua imagem. Como disse Santo Anselmo, Maria “foi feita Mãe de Deus mais pelos pecadores do que pelos justos”. Isso é muito apropriado, visto que Cristo disse que não veio para salvar os justos, mas para chamar os pecadores ao arrependimento. Maria nos conduz a Deus, assim como deu Deus ao mundo. Ela é, nas palavras do capuchinho padre Raniero Cantalamessa, “Deus em transparência. Nela e na vida dela, Deus brilha ”( Maria, Espelho da Igreja ).

Quem golpeia Maria, ao mesmo tempo golpeia Deus. Maria deu à luz a Deus e, portanto, foi indispensável em sua vinda ao mundo. Em certo sentido, rejeitar Maria é um começo lógico para a rejeição de Deus.

O poeta inglês Coventry Patmore observou que Maria é “Nosso único Salvador de um Cristo abstrato”. Maria tornou mais fácil conhecer a Deus e adorá-lo. Ela o dotou de carne para que ele pudesse se comunicar com os outros como uma pessoa de carne e osso. A humanidade de carne e osso é uma descrição universal do ser humano. Nesse sentido, ela também manifesta sua universalidade.

Henry Adams, o bisneto do segundo presidente da América, disse da Santíssima Virgem: “Na falência da razão, só ela era real” ( Mont Saint Michel e Chartres ). Estamos testemunhando, no momento, uma situação que pode ser justamente chamada de “falência da razão”.

Precisamos de Maria agora, talvez mais do que em qualquer momento desde que ela deu à luz nosso Salvador.

Donald DeMarco , Ph.D., é professor emérito da St. Jerome's University, Canadá,

e professor adjunto do Holy Apostles College and Seminary, Connecticut.

Ele é colunista regular da St. Austin Review .

Fonte:https://www.ncregister.com/daily-news/mary-is-for-everyone?

 
 
 

Artigo Visto: 378 - Impresso: 0 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 4.341.876 - Visitas Únicas Hoje: 559 Usuários Online: 204