"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
01/06/2018
O AMOR E O ÓDIO
 

O AMOR E O ÓDIO

http://portasdoamor.com.br/wp-content/uploads/2017/08/Jesus-amor.jpg

Meu filho, se Eu Sou o Amor que por natureza tende a união, Satanás é ódio, ódio nascido do orgulho e que leva à desunião. O Amor nasce da humildade, da rebelião de Lúcifer nasce o ódio.

A humanidade, desde a sua queda, conhece o amor de Deus que é derramado nela; Igualmente conhece o ódio de Satanás: Caim foi o primeiro intoxicado por esse ódio, a primeira vítima.

O ódio é vomitado como uma fonte turva sem descanso; Ai dos homens que não sabem como cuidar disso!

Deus salva os homens de boa vontade com o amor. Satanás perde-os com o ódio e a divisão.

Deus transforma o homem; de selvagem o faz humano, de humano o torna cristão isto é, filho de Deus, elevando-o à Sua Natureza Divina "Consortes divinae naturae".

Satanás também tende a transformar o homem em um demônio de arrogância, ódio e rebelião.

Os frutos preciosos do amor de Deus são fé, esperança e caridade. A partir destes derivam: respeito pela liberdade pessoal e social, o respeito pela justiça que une e irmana os homens e torna a peregrinação terrena mais serena e desejável.

O orgulho, o ódio e a divisão são o berço das injustiças pessoais e sociais, a escravidão, a exploração, a opressão que exaspera o ânimo das pessoas e dos povos levando-os ao desespero.

Frutos de fé, esperança e amor são: paz nas consciências, nas famílias, paz entre os povos. São os justos, os santos e os bons que tornam os homens civilizados, e ajudam o florescimento da verdadeira arte, da boa arte, que não perverte, mas ajuda o homem em sua ascensão para a conquista do bem, do verdadeiro e do belo.

Frutos de orgulho, do ódio e da divisão são a violência, as guerras, a degradação da natureza humana, a corrupção em todos os setores, a perversão da arte na pornografia e na sensualidade.

Na mais densa escuridão

Tudo isso, Meu filho, é evidente, é claro. Experiências próximas e distantes confirmam, mas os homens esquecem facilmente. É como se uma cortina de névoa densa tivesse descido sobre a humanidade, de modo que ela apalpasse na mais densa escuridão.

Muitos sacerdotes Meus também estão tateando nessa escuridão; É fácil intuir com quanto dano e perigo para a salvação de muitas almas.

Tu não podes entender e abraçar com a mente a imensa massa do mal da qual a Minha Igreja está sofrendo. Divisões, ressentimentos e até ódio. Divisões nas paróquias, divisões e dissensões nas ordens e nas congregações religiosas, nos conventos; Rebeliões abertas rasgam Meu Corpo Místico.

Uma torrente pantanosa que flui do inferno sobre a terra, em uma colméia cheia de heresias, obscenidades, escândalos, violência, injustiças privadas e públicas, também causam estragos nas  almas consagradas.

Oh sim! Os homens de hoje não são melhores que os homens de antes do dilúvio. As cidades de hoje não são melhores que Sodoma e Gomorra.

Para nada serviram as muitas chamadas, para nada serviram as muitas intervenções Minhas e de Minha Mãe, para nada serviram os muitos castigos parciais.

Os homens deste século encheram a medida, endureceram os corações na iniqüidade, e a punição total já teria chegado se não fosse pela intervenção de Minha Mãe e sua Mãe, interpondo-se Ela entre tu e a Justiça Divina.

E se não fosse pelas Almas Vítimas, corajosas, generosas, heróicas, imoladas como lâmpadas vivas diante dos Meus altares ...

Os habitantes da Nínive corrupta acreditaram e se arrependeram diante dos apelos ameaçadores do profeta e, assim se salvaram. Mas os homens desta geração perversa, que rejeitam a Deus, não sairão ilesos dos castigos da Justiça Divina.

“Non Praevalebunt”

Sim, os justos verão que Deus é fiel às suas promessas; Verão como o Meu Pai, na Sua Justiça, fará brilhar o Seu Plano de Amor pela salvação da humanidade e da Minha Igreja.

Eu te abençoo Meu filho, Me ame e Me ofereça teus sofrimentos. Lembre-se que Meu Coração Misericordioso é inesgotável em suas riquezas e queima em desejos de poder dar-lhes.

(Mensagem de Jesus de 09 de setembro de 1975)

Do livro "Confidências de Jesus a um Sacerdote", de Mons. Ottavio Michelini

Fonte: http://www.santisimavirgen.com.ar/michelini/mensajes.htm

 
 
 

Artigo Visto: 686 - Impresso: 13 - Enviado: 2

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.248.723 - Visitas Únicas Hoje: 917 Usuários Online: 117