"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
03/06/2018
O DOM DO BATISMO
 

O DOM DO BATISMO

https://deusilusao.files.wordpress.com/2011/10/jesus1.jpg

-Senhor, qual é a participação de nós, sacerdotes, no Mistério da Encarnação?

Filho, já te respondi indiretamente esta pergunta em nossos colóquios anteriores.

Todos os cristãos foram regenerados pela Graça, todos foram feitos filhos de Deus. Este é um fato tão grande e tão sublime que é necessário dar-lhe um relevo adequado.

Olhe, Meu filho: neste século materialista, sua geração infiel dá mais importância ao exterior do que ao fato sobrenatural do Batismo, que registra de maneira substancial a alma da criança pelo tempo e pela eternidade.

Portanto, o Dom não é considerado exceto em uma pequena parte, não devido, mas dado com generosidade divina aos batizados.

Para este quadro pagão que cerca o Batismo, os Meus sacerdotes adaptaram-se com uma fácil superficialidade; Quero dizer que não houve reação a esse paganismo que, como uma sombra densa, esconde aos olhos dos fiéis o precioso dom de Deus.

Os costumes pagãos prevalecentes da vida obscurecem as mais belas realidades divinas.

A Graça concedida ao batizado transforma e transfigura a alma daquele que recebe este Sacramento, possibilitado pelo Mistério da Encarnação. Portanto, todos os batizados participam do Mistério da Encarnação.

Esta participação deve ou deveria ser intensificada com o desenvolvimento e o incremento da Minha Vida Divina através da colaboração requerida e necessária de uma educação cristã por parte dos pais e daqueles que fazem sua vez.

Essa educação deve ser iniciada a partir dos primeiros meses. Infelizmente, quase nunca é usado; nada é visto no filho desse povo pagão fora da natureza humana.
Tem faltado e falta por parte dos Meus sacerdotes a vigilância cuidadosa neste ponto central da vida cristã.

Todos os cristãos participam do Mistério da Encarnação (portanto, em maior medida, os sacerdotes) com uma firme adesão à fé neste grande mistério.

Se Eu, a Palavra de Deus, Me fiz encarnado para poder comunicar aos homens a Minha Vida Divina, para elevá-los, auxiliá-los e dirigi-los para a vida eterna, os homens, razoavelmente, deveriam aceitar com alegria todas as conseqüências derivadas deste grande Mistério com fidelidade em sua vida cotidiana.

Filho, tu mesmo podes considerar como o paganismo alienou Meus fiéis, e com eles muitos sacerdotes da Realidade divina, reduzindo tudo ao mais ou menos luxuosos ritos paganizantes.

Coerentes com o Batismo

E agora Eu respondo diretamente à tua pergunta, embora a resposta possa ser encontrada em um colóquio anterior.

Vocês, sacerdotes, não são cristãos simples; Eu escolhi vocês para serem Meus ministros na terra. Eu os escolhi para ser o objeto de Minha predileção e de Meu amor.

Eu os tirei do mundo, apesar de deixá-los no mundo, paras que sejam instrumentos, colaboradores e corredentores na realização do Mistério da Salvação.

Eu os revesti com uma dignidade e poder da qual não tens plena consciencia, e da qual muito pouco tem se servido para a eficácia do vosso ministério.

Vocês deveriam, com maior rigor, ser firmemente coerente com o seu Batismo, com a sua Confirmação, com o seu e o Meu Sacerdócio.

Como foi para a Minha Mãe, que pronunciando seu "Fiat", foi a causa de um prodígio tão grande que o céu e a terra não podem conter (cujas consequências mudaram o destino de toda a humanidade, no tempo e na eternidade) assim é para vocês, os sacerdotes, que pronunciam as Palavras da Consagração.

Vocês devem acreditar que Eu, Palavra de Deus, Me tornarei Carne e Sangue, Alma e Divindade em suas mãos.

Como Minha Mãe, no momento em que Ela deu o seu consentimento livre, consciente e responsável, provocou a intervenção simultânea de Mim, Uno e Trino, para que vocês na Consagração provoquem a intervenção simultânea da Trindade Divina, estando também presente a Minha e a sua Mãe.

Crer firmemente

Filho, se um sacerdote é penetrado e compenetrado por esta fé, se um sacerdote crê firmemente nesta Realidade divina, testemunho do infinito Amor de Deus, esse sacerdote se transforma; sua vida se torna maravilhosamente fértil.

No Mistério da Encarnação (que por sua obra, Deus renova em suas mãos, não sem alguma causa consagrada), encontra a fonte inesgotável dos dons do Meu Coração Misericordioso. Nenhum poder adverso pode resistir a eles, porque estou nele e ele em Mim.

Meu filho, vimos juntos outro aspecto da sordidez que essa geração incrédula manifesta. Amem-Me, cuidem de Mim dia e noite, recompense-Me com o seu amor e com a sua fé na frieza de tantos ministros Meus, a quem amo muito e que os quero salvos.

Te abençoo; Contigo abençoo as pessoas queridas. Lembre-se que a Minha bênção é guarda-chuva de proteção e escudo de defesa.

(Mensagem de Jesus de 16 de setembro de 1975)

Do livro "Confidências de Jesus a um Sacerdote", de Mons. Ottavio Michelini

Fonte: http://www.santisimavirgen.com.ar/michelini/mensajes.htm

 

 
 
 

Artigo Visto: 627 - Impresso: 14 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.248.739 - Visitas Únicas Hoje: 933 Usuários Online: 118