"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
12/10/2018
O Corpo Místico
 

O Corpo Místico

https://deusilusao.files.wordpress.com/2011/10/jesus1.jpg

Filho, Eu considero Pastoral a ação da Minha Igreja empenhada para com todos os homens, para que todos possam aderir-se espontaneamente e firmemente aos princípios cristãos.

Promover e orientar esta ação é próprio da Hierarquia, o que não exclui a justa e devida colaboração de bons leigos "vocati ad hoc"

Eu dei as indicações para a eficácia da ação pastoral, por isso Eu disse: sejais a luz do mundo, sejais o sal da terra. Eu também disse: resplandeçam vossas boas obras e glorifiquem o Pai que está no Céu. Também disse: sejais o fermento que fermenta a massa.

Um sacerdote, se não resplandecer de luz sobrenatural, se a luz da graça não torna sua alma transparente para que todos possam ver claramente dentro (e isso implica lealdade, simplicidade e não-duplicidade) a pessoa perceberá que sua ação é infrutífera.

Eu, Cristo, potencialmente venci o mundo. A Mim tudo Me foi dado, por Mim tudo foi feito; mas Minha vitória total será realizada na consumação do tempo, com o julgamento final. Eu, Cristo, Me manifestarei diante de todos, diante do Céu e da Terra, Minha completa vitória. Eu, Deus feito homem, realizei e realizarei o Meu Corpo Místico, ou seja a Minha Igreja, com a qual Eu Sou uma só coisa.

Esta é a verdadeira razão para Eu retardar o Meu triunfo total: quero que participe Comigo deste triunfo Meu Corpo Místico. Cabeça e Corpo são uma só coisa. Aqueles que se maravilharem de que o Meu triunfo total não foi verificado com a Minha Ressurreição e Ascensão ao céu têm compreendido pouco do Mistério da Encarnação.

No Calvário

Eu, Jesus, uni-Me intimamente com a natureza humana, por cuja libertação e vitória Me sacrifiquei. Me associei a natureza humana a todos os eventos divinos e humanos da Minha vida temporal e eterna, por isso a Igreja, Meu verdadeiro Corpo, embora místico, deverá seguir-Me no Calvário para poder seguir-Me na glória.

"Quem quiser vir atrás de Mim, tome a sua cruz e siga-Me". Para onde, com a Cruz, mas para Calvário?

A grande batalha, que Eu abri com o Mistério da Minha Encarnação, Paixão e Morte, continua e continuará até o fim dos tempos com intensidade e gradação variadas. Serão momentos de tal violência sem precedentes como para não acreditar, como será nesta próxima ofensiva do inimigo, certamente já em andamento.

Os batizados receberam esta visão realista de uma Igreja em uma luta perpétua contra seus inimigos aguerridos: Satanás, o mundo e as paixões?

A Pastoral deve levar as almas a aderir aos princípios cristãos, a aceitar espontaneamente a Deus, Sua Lei, Sua Verdade, Seus Mistérios.

A Pastoral feita apenas com estruturas é inútil, se faltarem pressupostos fundamentais. Os fatos estão provando isso.

Luta e peregrinação

Vossas capelas estão desertas e seus cinemas são instrumentos de veneno, em seus centros de reunião não raramente se blasfema e falam uma linguagem que não é cristã.

Muitas instituições entraram em colapso; A chamada pastoral institucional está em estado de falência. É inútil querer fazer-se ilusões, as concepções materialistas da vida não podem mais colocar raízes sólidas em cristãos profundamente enfermos com anemia espiritual.

Grupos promíscuo de homens e mulheres jovens, que por excesso de liberdade, pela moda indecente e pelas influências deletérias das leituras e dos filmes eróticos não podem resistir, do cristianismo eles têm apenas o rótulo, porém substancialmente são pagãos.

Estes são vícios de uma pastoral institucional que não pode sustentar-se, porque está carente da visão fundamental da vida.

A vida cristã deve ser concebida como uma milícia, isto é, como uma luta incessante contra Satanás e seus aliados; Deve ser concebida como uma peregrinação.

As Instituições para uma Pastoral eficiente eram válidas quando os cristãos eram bons, mas hoje eles são pagãos, as instituições tradicionais são muitas vezes uma ocasião de maldade.

Te abençoo, Meu filho.

(Mensagem de Jesus de 09 de junho de 1976)

Do livro "Confidências de Jesus a um Sacerdote", de Mons. Ottavio Michelin

Fonte: http://www.santisimavirgen.com.ar/michelini/mensajes.htm

 
 
 

Artigo Visto: 586 - Impresso: 6 - Enviado: 6

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.314.102 - Visitas Únicas Hoje: 877 Usuários Online: 180