"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
11/08/2019
SOU MARIA, MÃE DE JESUS E VOSSA MÃE
 

SOU MARIA, MÃE DE JESUS E VOSSA MÃE

Resultado de imagem para gifs barrinhas

Meu filho, Eu Sou Maria, Mãe de Jesus, isto é, Mãe de Deus, porque Meu Filho Jesus é verdadeiramente Deus como o Pai, que desde sempre O gerou e como o Espírito Santo, o Amor, que dos Três se faz um Só; SOU Eu filho, Maria, vossa Mãe.

Meu filho, alguém pode pensar que uma mãe, em algum momento de sua existência, terrena ou eterna, possa se  esquecer e, portanto, parar de amar seus filhos?

Esquecer-se dos entes queridos significaria suspender, mesmo temporariamente de amá-los, suspender o derramamento sobre seus filhos o amor que é chama e fogo inextinguível, falo do Amor divino, daquele Amor que na abençoada eternidade não pode mais ser extinto e por quanto maior é este Amor, tanto mais ele se espalha, como uma cascata irreprimível, em direção ao objeto insubstituível para o qual ele nasceu, queima e vive.

Meu filho, Eu, criatura e Mãe de Meu Criador, tenho como objeto de Meu Amor a Ele, Uno e Trino, que Me ama desde a eternidade e depois Dele a vós, porque para vós outros e para a vossa salvação se tornou em Mim e Comigo se ofereceu na Cruz e juntos ante aos olhos do Pai, se perpetua a Redenção e no sublime Mistério da Fé e do Amor: a Eucaristia.

Pode-se pensar, então, que Eu, Maria, pudesse esquecer-Me de vós Meus filhos, que Eu pudesse esquecer-Me de vós em um momento tão crucial em vosso caminho, como muitos quiseram convencer-se e convencer aos outros contra o reto uso da razão e da inteligência humana?

A mãe é a primeira em perceber o perigo

Meu filho, quando numa família terrena as coisas estão indo mal por causa de um desastre econômico, de um desvio moral ou espiritual, por uma ruína ou uma doença que, como tempestades barulhentas, cai sobre ela, a primeira a perceber o perigo é sempre a mãe, e será sempre a mãe que sofre as humilhações, os desconfortos e o maior peso da catástrofe, a mãe que, provavelmente, não escutada, não conseguiu evitar o tremendo infortúnio.

É absurdo, Meu filho, a teimosa obstinação daqueles Sacerdotes e Pastores, que não apenas não ouviram a voz da Mãe Celestial, mas fizeram tudo e continuam fazendo de tudo para evitar que a catástrofe seja evitada e que a Voz da Mãe comum seja ouvida;

é incrível o orgulho com o qual se põe sob juizo humano a Obra de Deus e de Sua Mãe Santíssima;

é incrível que o homem, seja secular ou consagrado, tome o direito de estabelecer limites e termos não só na Obra de Deus, mas até mesmo na Vontade de Deus;

é incrível que o homem, um mistério para si mesmo, pretenda sondar os insondáveis Mistérios de Deus, como o sofrimento do Coração Misericordioso do Meu divino Filho e o do Meu Imaculado Coração diante dos males de uma humanidade e de um cristianismo praticamente ateísta!

Foi te dito que "a medida está cheia e o vaso transborda", portanto, Meu filho, volto, digo volto, sobre este assunto, que infelizmente não é novo: é necessário construir os novos fundamentos da vida humana e cristã sobre bases evangélicas autênticas. Muitos concordam com isso, mas muito poucos estão determinados a cortar com um costume de vida pagã pessoal, familiar e social ... é o caso de lembrar aqui as palavras do Meu Divino Filho: "nem todos os que dizem Senhor, Senhor, entrarão o Reino dos Céus, mas apenas aqueles que fazem a Vontade ... "

Não é frutífero quando se absorve, mas quando a vida é transmitida

Vós, da Comunidade Esperança, foram escolhidos como um anel de união entre um mundo que está inexoravelmente declinante e o novo mundo que está cada vez mais marcado e que  estais autorizados a ver. Vereis quantas almas mal abertas à vida já carregam nelas o selo de uma igreja e de uma humanidade verdadeiramente regenerada no Espírito Santo... Oh, quão bela será a Nova Igreja!

Quantas vezes, Meu filho, foi dito a ti que a mulher geme quando dá a luz a um filho, assim também vós, escolhidos para a Comunidade Esperança, deveis gemer. Quantas vezes te disseram que, se o grão de trigo não morrer, não pode ser o germe da nova vida. "É lei" morrer em sofrimento e dor. Oh, se isto fosse entendido pelos Sacerdotes que rejeitam seu estado de Vítima, quantas almas menos iriam para o Inferno ... Se esta lei fosse entendida pelos Sacerdotes, vazios e superficiais, que vivem e se alimentam de coisas mundanas e tolas, quanta luz e Graça divina mais nas famílias!

Isto deveis dizer Meu filho, aos eleitos da Comunidade Esperança; deverás convencê-los destas realidades, para ajudá-los a vivê-las e a transformar-se em verdadeiros e perfeitos cristãos generosamente vivos e frutíferos, porque eles são frutíferos não quando absorvem, mas quando se transmite a vida.

Cada um dos membros da Comunidade Esperança deve tornar-se um "cristóforo", isto é, todos devem ser portadores de Cristo para as almas, que são privadas pelo descuido e pela esterilidade daqueles que, por uma traída vocação, apagam a vida em vez de carregá-la e doá-la.

Por hora chega Meu filho, Eu te abençoo e contigo abençoo a todos no Nome de Deus Uno e Trino.

(Mensagem de Maria Santíssima de 28 de agosto de 1978)

Do livro "Confidências de Jesus a um Sacerdote", de Mons. Ottavio Michelin

Fonte: http://www.santisimavirgen.com.ar/michelini/mensajes.htm

 
 
 

Artigo Visto: 771 - Impresso: 8 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.628.273 - Visitas Únicas Hoje: 611 Usuários Online: 180