"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
24/10/2015
México se prepara para pior furacão da História do Ocidente
 

México se prepara para pior furacão da História do Ocidente

Hotéis são evacuados e moradores estocam comida diante de potencial catástrofe

http://og.infg.com.br/in/17855308-caa-c48/FT1086A/420/Patricia.jpg

O furacão Patricia se aproxima da costa do Pacífico mexicano - AP

por O Globo / Com agências internacionais

PUERTO VALLARTA, México — Aguardado para a tarde desta sexta-feira como uma das tempestades mais perigosas da História do Hemisfério Ocidental, o Furacão Patrícia fez as autoridades mexicanas evacuarem hotéis e alertarem moradores a estocar alimentos. O Centro Nacional de Furacões (CNH), com sede nos EUA, informou que o fenômeno tem ventos de 325 km/h atingiu a categoria 5, o que sugere que pode causar catástrofe e deixar áreas inabitáveis por semanas ou meses.

O porto de Manzanillo, o maior terminal marítimo comercial no México, e da cidade de Puerto Vallarta foram fechados à navegação, informaram autoridades. O aeroporto de Puerto Vallarta e escolas também ficaram fechadas, enquanto empresas no centro turístico da região começaram a se proteger com painéis e a reforçar as vidraças com fita adesiva.

— Tudo parece normal agora, mas o mais perigoso será as ondas fortes e chuvas. Certamente, vamos ter que tomar precauções. Estamos indo para um abrigo em breve — disse David Gonzalez, de 40 anos, que trabalha em um hotel.

A tempestade ganhou força nas últimas 12 horas, informou a organização mundial de meteorologia (OMM), se tornando um furacão durante a noite com ventos máximos de cerca de 325 km/h. O furacão é comparado com o Haiyan, nas Filipinas, que deixou mais de seis mil mortos em 2013.

— Isto é realmente, realmente, realmente forte — disse a porta-voz da OMM, Clare Nullis, em Genebra.

http://og.infg.com.br/in/17858911-d79-35f/FT1086A/420/2015-860329701-20151023034301023afp.jpg_20151023.jpg

Dezenas de pessoas esperam para embarcar em ônibus na cidade de Puerto Vallarta para fugir do furacão Patrícia - Cesar Rodriguez / AP

A previsão é que o fenômeno chegue ao estado de Jalisco e Colima, estados no Centro do país com populares destinos turísticos, entre 16h e 18h no horário local (13h a 15h no horário de Brasília).

O Consulado dos EUA em Guadalajara emitiu uma mensagem de emergência para seus cidadãos nas áreas de alerta pedindo “que se preparem imediatamente para proteger suas vidas e propriedades”. O coordenador nacional da Defesa Civil, Luis Felipe Puente, disse em entrevista coletiva que serão preparados abrigos para atender a população que vive em zonas costeiras e as aulas serão suspensas nesta sexta-feira em vários estados.

Fonte:http://oglobo.globo.com/mundo/mexico-se-prepara-para-pior-furacao-da-historia-do-ocidente-17855299

----------------------------------

Furacão Patricia entra em categoria máxima e ruma ao litoral do México

Fenômeno atingiu a categoria 5, máxima na escala Saffir Simpson.
Patricia deve atingir a costa pacífica mexicana ainda nesta sexta (23).

http://s2.glbimg.com/969XFpXCHID6soO_Coy3iuaU22I=/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/10/23/noaa2.jpg

Sequência de imagens mostra a movimentação do furacão Patricia nesta sexta-feira (23) (Foto: NOAA)

Do G1, em São Paulo

O furacão Patricia, o mais poderoso já registrado tanto no nordeste do Oceano Pacífico quanto no Oceano Atlântico, segundo a Organização Meteorológica Mundial, pode trazer efeitos desastrosos ao México, país a cujo litoral deve chegar ainda nesta sexta-feira (23).

Com ventos constantes de 325 km/h e máximos de 400 km/h, o furacão Patricia tornou-se o "mais poderoso que já surgiu no planeta em toda a história", disse o diretor da Comissão Nacional de Água do México (Conagua), Roberto Ramírez.

"Não há um furacão em todo o planeta, em toda a história, que tenha chegado à velocidade de 325 km/h em seus ventos", disse Ramírez.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, declarou que o país "enfrenta uma ameaça de grande escala" pelo Patricia, e destacou que a prioridade é "proteger e salvar a vida dos mexicanos".

Peña Nieto afirmou pela rede social Twitter que o governo "está tomando todas as medidas preventivas necessárias para enfrentar esta emergência extraordinária".

Em um boletim divulgado às 13h de Brasília, o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) informou que o furacão alcançou categoria 5, a máxima na escala Saffir Simpson.

O furacão avança pelo Pacífico ao sudoeste do Porto de Manzanillo, na costa oeste do México, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC).

O furacão se desloca a 17 km/h, mas pode reduzir sua velocidade à medida que se aproximar da costa. Deve atingir o solo no fim da tarde, ou à noite, de sexta, em uma zona costeira do estado de Jalisco, de acordo com a AFP.

Na quinta-feira (22), a Secretaria de Governo (Interior) ativou o comitê de emergências para coordenar as ações diante da chegada de Patricia.

Na zona, há "1.782 abrigos com capacidade para 259.000 pessoas, que serão ativados, se for necessário", informou o coordenador nacional de Defesa Civil, Luis Felipe Puente, em entrevista coletiva.

"Continuamos patrulhando as comunidades aqui na costa, tanto na área de Puerto Vallarta, como em Melaque e La Huerta, alertando a população mais vulnerável para colocar em segurança", disse o diretor da proteção civil, em Jalisco, José Trinidad López Rivas.

"Os abrigos estão abertos desde hoje muito cedo para receber as pessoas, e quem não sair das áreas perigosas está correndo um grande risco", disse López Rivas.

O diretor da Comissão de Água, Roberto de la Parra, comentou que duas represas em Jalisco estão sendo drenadas, devido às fortes chuvas que Patricia deve provocar.
As aulas em Guerrero (sul) foram suspensas e, em Colima, os colégios não abrem a partir desta sexta.

http://s2.glbimg.com/Qq_ECHe9neFI6-E5lhYAf1Nxtb4=/620x465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2015/10/23/us-mexico-storm-patricia_nasa_reuters.jpg

O furacão Patricia é visto se aproximando da costa do México em uma imagem da NASA tirada a partir da Estação Espacial Internacional. Patricia é uma das tempestades mais fortes já registradas, com ventos que podem atingir
321 km/h (Foto: Nasa/via Reuters)
 
http://s2.glbimg.com/yb8KQ-oSt9wdxEkOXdg1BfH-vFo=/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2014/08/07/info-furacao-2.jpg
 
Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/10/furacao-patricia-pode-ser-tao-forte-quanto-haiyan-que-matou-63-mil.html

 

 

 
 
 

Artigo Visto: 1392 - Impresso: 43 - Enviado: 5

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.639.971 - Visitas Únicas Hoje: 920 Usuários Online: 235