"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
04/01/2018
A neve chegou à Flórida
 

A neve chegou à Flórida

Miami 03 JAN 2018 - 22:14 CET

Um ciclone de inverno ameaça toda a Costa Leste dos Estados Unidos. No nordeste do país, as temperaturas mínimas poderiam superar recordes históricos.

https://ep01.epimg.net/internacional/imagenes/2018/01/03/estados_unidos/1515002095_431508_1515003061_noticia_normal_recorte1.jpg

Uma fonte congelada em Atlanta, nesta quarta-feira.

Toda a Costa Leste dos Estados Unidos se prepara para uma tempestade de inverno que poderia alcançar proporções históricas. Subindo de sudeste para o nordeste, nesta quarta-feira pela manhã, a tempestade Grayson deixou uma leve nevasca na capital da Flórida, Tallahassee (norte do Estado), e ao longo do dia poderia provocar acúmulo de neve sem precedentes nos Estados sulistas da Geórgia e Carolina do Sul — até 20 centímetros em Charleston. Desde quinta-feira até o fim de semana a tempestade vai seguir rumo ao nordeste e se prevê que uma queda abrupta da pressão atmosférica a transforme em uma “bomba ciclônica” — ou ciclogênese explosiva — que some ao frio fortes rajadas de vento, desencadeando perigosas tempestades de neve. Na sexta-feira poderão ser registradas mínimas históricas de temperatura em Washington e Nova York.

https://ep01.epimg.net/elpais/imagenes/2018/01/01/album/1514816028_654092_1514816494_noticia_normal_recorte1.jpg

Surpreendente espetáculo das cataratas do Niágara congelada

https://ep00.epimg.net/elpais/imagenes/2018/01/01/album/1514816028_654092_1514816278_album_normal.jpg

https://ep00.epimg.net/elpais/imagenes/2018/01/01/album/1514816028_654092_1514816280_album_normal.jpg

A tempestade se estenderá da Flórida até o Maine, Estado fronteiriço com o Canadá, e cerca de 41 milhões de pessoas sentirão em maior ou menor medida o seu efeito. O pior, a potencial combinação de frio, neve e rajadas de vento poderosas, está previsto desde Boston até o nordeste, na região da Nova Inglaterra. As autoridades dos Estados dessa área temem especialmente que haja apagões enquanto as temperaturas alcançam níveis gélidos e, por isso, puseram em ação planos de emergência para prepararem albergues para indigentes e pessoas em situação vulnerável.

O efeito do furacão de inverno na Nova Inglaterra dependerá, segundo as previsões, da direção que tomar nas próximas 72 horas, se adentra mais para o oeste ou se se distancia progressivamente com seus ventos na direção do oceano Atlântico. A confluência na sexta-feira e no sábado de um vórtice de frio polar ártico que baixará do norte contribuirá para a derrubada radical das temperaturas, com possíveis recordes mínimos em cidades do nordeste, como Baltimore, Nova York, Filadélfia e Washington.

Já nesta quarta-feira o aeroporto Dulles, nos arredores da capital dos EUA, registrou uma mínima histórica de 17 graus centígrados abaixo de zero. Rajadas de vento de até 40 quilômetros por hora farão com que a sensação térmica em toda a região nordeste possa baixar entre três e cinco graus mais.

O ciclone de inverno prolonga uma sequência de dias de frio extremo que começou no dia do Natal na Costa Leste. A última semana de 2017 foi a mais fria registrada na história de Nova York, cuja temperatura não sobe acima do zero grau centígrado desde 25 de dezembro. Há oito dias a temperatura máxima em Boston não supera os 6 graus abaixo de zero, um período sem comparação em um século. Pelo menos 19 pessoas morreram por causas relacionadas com as baixas temperaturas nos Estados Unidos desde 26 de dezembro.

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/01/03/internacional/1515002095_431508.html

--------

EUA: tempestade de inverno já deixa 16 mortos e 8 milhões sob nevasca

04/01/2018

'Ciclone-bomba' milhares de voos foram cancelados na Costa Leste nesta quinta-feira.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/sites/_agenciabrasil2013/files/styles/interna_grande/public/04495595.jpg

por O Globo

NOVA YORK - A violenta tempestade de inverno que atinge a Costa Leste dos EUA já levou à morte de 16 pessoas e deixou outras 8 milhões sob alerta de nevasca, que prevê altos índices de neve por horas seguidas. Mais de 58 milhões estão no caminho da tormenta, segundo estimativas do Serviço Meteorológico dos EUA. Treze estados americanos, da Carolina do Sul ao Maine, estão sob alerta da tempestade e os governadores de Geórgia, Carolina do Norte, Virgínia, Nova Jersey e Nova York declararam estados de emergência, enquanto mais de 3.300 voos já foram cancelado.
Os ventos fortes e a neve intensa avançaram sobre o Nordeste do país nesta quinta-feira, fechando escolas e edifícios do governo, deixando dezenas de milhares de pessoas sem energia e interrompendo viagens em vários estados, inclusive com a suspensão de voos no aeroporto JFK, em Nova York, devido às condições do clima.

http://www.jacobinanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/01/Jacobina-Not%C3%ADcias-05-24.jpg

Alertas de nevasca foram emitidos ao longo do litoral, da Carolina do Norte ao Maine, e o Serviço Nacional do Clima previu ventos de até 113 km/h, que podem arrancar galhos de árvores e cortar a energia.

A previsão estimou mais de 30 centímetros de neve em Boston e em áreas costeiras do norte da Nova Inglaterra. Um vídeo impressionante mostra a cidade de Scituate, no Massachusetts, onde a tempestade gerou fortes inundações:

http://f.i.uol.com.br/fotografia/2015/01/27/477086-970x600-1.jpeg

A tempestade é o produto de uma queda rápida na pressão atmosférica, o que alguns meteorologistas estão chamando de "ciclone-bomba", que provoca uma precipitação de neve rápida e ventos fortes.

MILHARES DE VOOS CANCELADOS

Cerca de 27 mil voos são esperados para cancelamento. Ventos fortes e condições de visibilidade desfavoráveis levaram o Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, a cancelar temporariamente todos os voos agendados nesta quinta-feira.

https://static.meionorte.com/uploads/imagens/2018/1/4/65dee980-cfe3-4cf1-8699-ceaed3b12d5e.jpg

No terminal 5 do aeroporto JFK, em Nova York, cenário mais parecido com o Polo Norte

http://www.campoverdenews.net.br/wp-content/uploads/2012/12/1727945-5148-atm14.jpg

Aeroporto no estado de Ohio

"Devido a fortes ventos e condições de visibilidade, voos no JFK foram temporariamente suspensos. Viajantes devem entrar em contato com operadoras aéreas para atualizações sobre retomada do serviço", diz uma mensagem no Twitter.
O outro aeroporto de NY, LaGuardia, também fechou após mais de 90% das operações serem aéreas foram canceladas, informou o terminal no Twitter na noite de quarta-feira. Já no aeroporto Newark Liberty, em Nova Jersey, o percentual de voos suspensos superava 70% durante a tarde.

A declaração de emergência em Nova York cobre toda a região sul do estado, incluindo a cidade de Nova York e Long Island. A previsão é que entre 15 centímetros e 25 centrímetros de neve devem cair sobre o JFK.

— A situação continua a deteriorar — afirmou o governador do estado, Andrew Cuomo em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, classificando a situação como "grave" e "perigosa".

Fonte: https://oglobo.globo.com/mundo/eua-tempestade-de-inverno-ja-deixa-16-mortos-8-milhoes-sob-nevasca-22255467

--------

Entenda o que é a “Bomba Metereológia” que atinge os Estados Unidos

04/01/2018 - 12:22

https://ogimg.infoglobo.com.br/in/18533384-f94-f46/FT1086A/420/x201601240316541696_AP.jpg.pagespeed.ic.MO4wqy8Oda.jpg

por O Globo

RIO — Os Estados Unidos estão se preparando para combater os estragos de uma estranha tempestade de inverno que atinge o sudeste do país e que levou neve para a Flórida pela primeira vez em três décadas. E meteorologistas advertem que a neve continuará caindo a uma velocidade acelerada, devido ao efeito conhecido como "bomba meteorológica" ou "ciclone bomba". O fenômeno também tem o termo técnico de "bombogênesis".

Mas o que é essa tal "bomba"?

Ela é formada quando a pressão do ar cai rapidamente. Quase sempre que a "bomba meteorológica" surge, ela vem no inverno, chegando a ser chamada às vezes de furacão de neve ou furacão de inverno. E quase sempre ocorre sobre o mar, perto de correntes oceânicas.

A força dessa "bomba" depende da pressão do ar. Quanto menor a pressão, mais forte a tempestade. Para ser qualificada dessa maneira, a pressão deve diminuir para pelo menos 24 milhas por dia. E quando uma tempestade se fortalece tão rápido, é um sinal da quantidade de ar que é atraída pela sua circulação.

Como funciona a "bomba meteorológica" por dentro?

As espirais de ar giram em direção ao centro, sempre subindo, e, por fim, saem pelo topo. Se há mais ar saindo do que ar sendo sugado, a pressão cai ainda mais e o sistema cresce.

Os "ciclones bomba" se alimentam da diferença de temperatura entre a terra fria e as águas quentes do Oceano Atlântico. Enquanto eles se desenvolvem, esse fenômeno gera fortes chuvas e nevascas.

Além disso, eles podem causar inundações e rajadas de ventos de furacão.

Pelo menos nove pessoas morreram até agora, devido a baixas temperaturas recordes, informaram autoridades americanas. O Serviço Meteorológico Nacional dos EUA emitiu alertas do Estado da Virgínia até o Maine, e as áreas perto de Boston devem receber aproximadamente 30 centímetros de neve nesta quinta-feira.

Fonte: https://oglobo.globo.com/sociedade/2018/01/04/582327-entenda-que-bomba-meteorologica-que-atinge-os-eua

-------

Mais Imagens

http://i0.statig.com.br/bancodeimagens/59/xd/fh/59xdfhaxexqtzew17nzy5tzeo.jpg

http://www.conexaojornalismo.com.br/fotos/000%20nevasca%20abre.jpg

http://f.i.uol.com.br/fotografia/2014/01/09/351628-970x600-1.jpeg

http://www.n3w5.com.br/wp-content/uploads/2016/01/Nevasca-new-york.png

http://s2.glbimg.com/_7PMpgRMHP3Dto--z6y-N28Rxyg=/620x465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2016/01/12/160112105157_carro_congelado_cbs_640x360_cbs_nocredit.jpg

https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_nevasca.jpg?quality=70&strip=info&w=920

https://conteudo.imguol.com.br/c/noticias/2015/02/26/26fev2015---mulher-caminha-por-montes-de-neve-e-gelo-ao-longo-do-lago-michigan-em-chicago-illinois-eua-nesta-quinta-feira-26-1424994974379_956x500.jpg

---

Foi assim que pareceu hoje em Brant Rock, Massachusetts, quando a maciça tempestade das tempestades de inverno subindo a costa leste derramou nas ruas http://cnn.it/2EWYNU1

 
 
 

Artigo Visto: 586 - Impresso: 13 - Enviado: 2

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.069.186 - Visitas Únicas Hoje: 1.406 Usuários Online: 280