"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
08/12/2018
Coletes Amarelos atingem 5 Países
 

Coletes Amarelos atingem 5 Países

https://3.bp.blogspot.com/-oP-s-n5LUfQ/XAqfRSK3JqI/AAAAAAAArZQ/vH5e2d8A7FUsUY6RT9uWd9rAmz1vKqQigCLcBGAs/s320/coletes%2Bamarelos.png

O que querem e o que são esses coletes amarelos? Inicialmente, lutaram contra a estupidez ambientalista de Emmanuel Macron, na França, que queria combater o suposto aquecimento global tributando mais o diesel. Mas esses que gritam contra o impostos não sabiam que a estupidez ambientalista iria penalizar justamente aqueles que moram em países ricos?

Se levantaram agora por que demorou a ter um foco simples de ataque e assim conseguiu mais gente?

A pauta aumentou, agora alguns passaram a ver os coletes amarelos como anti-globalitas, há uns que lutam contra a imigração em massa na Suécia. Os manifestantes suecos dizem que a pauta deles é específica, mas a França e a Alemanha têm ainda mais problema e maior população de imigrantes muçulmanos.

https://ogimg.infoglobo.com.br/in/23258248-456-ea1/FT1086A/652/TOPSHOT-FRANCE-SOCIAL-POLITICS-ENVIRONMENT-OIL-PROTEST.jpg

Eles têm toda razão de lutar contra a imigração em massa, mas será que vão lutar contra o aborto e o casamento gay também ou é apenas uma pauta nacionalista?

Em todo caso, saúdo aqueles que se levantam contra pautas imbecis ambientais e de imigração em massa.

Vejam texto do Voice of Europe e que mostra que a extensão dos calotes amarelos chegou a cinco países.

---

Movimento anti-globalista de coletes amarelos "conquista" a Europa e se espalha para o quinto país

https://theconservativetreehouse.files.wordpress.com/2018/12/paris-riots-3.jpg

O movimento de coletes amarelos se espalhou para o seu quinto país, a Suécia. A partir da França, em 17 de novembro, foram observados protestos do movimento antiglobalista na Bélgica, na Holanda e na Alemanha.

Agora as demonstrações dos coletes amarelos contra o acordo de migração das Nações Unidas foram anunciadas na Suécia no sábado e domingo.

No último domingo, cerca de 1.000 suecos reuniram-se fora do Parlamento em Estocolmo para demonstrar contra a assinatura da Suécia do acordo de migração da ONU. Este fim de semana, eventos ainda maiores com mais oradores será realizada no mesmo lugar.

A migração para a Suécia está em foco porque toda a sociedade é adversamente afetada quando centenas de milhares de migrantes do terceiro mundo são trazidos para um país tão pequeno. No entanto, no futuro, outras questões também podem ser abordadas.

"Os cidadãos foram informados de que a política de migração conduzida é um lucro, o que não é", diz um dos oradores, jornalista independente e escritora Katerina Janouch.

"A questão da assinatura da Suécia no quadro de migração da ONU é demasiado importante para ser escondida. A assinatura é feita por trás das costas do povo.

"Deve haver um referendo sobre isso. Não devemos deixar que se negue uma realidade, que a elite de alto poder decida. Está se tornando cada vez mais evidente que aqueles que governam a Suécia, quem quer que sejam, não têm em mente o que é melhor para os suecos.", continua ela.

O movimento de resistência sueco é inspirado pelos franceses, mas não uma cópia do mesmo. Os suecos concentram-se nas questões consideradas mais importantes para a Suécia, enquanto os franceses concentram-se nas suas questões.

Outra diferença é que os suecos escolheram eventos com palestrantes em vez de marchas de rua como forma de protesto.

Os participantes foram convidados a usar coletes amarelos e muitos desses são susceptíveis de ser visto na Suécia neste fim de semana. Os protestos também serão realizados em Gotemburgo, Malmö e em várias outras cidades.

Como o movimento de coletes amarelos está se espalhando através da Europa protestos foram anunciados em Bruxelas (Bélgica), Amesterdão e Roterdão (Holanda), Estocolmo (Suécia), Paris e várias cidades alemãs.

Fonte:http://thyselfolord.blogspot.com/2018/12/coletes-amarelos-atingem-5-paises.html

 
 
 

Artigo Visto: 444 - Impresso: 2 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.545.089 - Visitas Únicas Hoje: 941 Usuários Online: 187