"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
11/03/2018
Cardeal Walter Brandmüller: "os Bispos alemães que admitem a Comunhão Eucarística aos protestantes casados com os católicos são desonestos"
 

Cardeal Walter Brandmüller: "os Bispos alemães que admitem a Comunhão Eucarística aos protestantes casados com os católicos são desonestos"

11/03/2018

http://www.lafedequotidiana.it/wp-content/uploads/2018/03/brandmuller.jpg

Michele M. Ippolito

O Cardeal Walter Brandmüller juntou-se àqueles que criticaram o anúncio dos Bispos alemães para admitir a Comunhão Eucarística os protestantes casados com católicos. Após o Cardeal Gerhard Müller, o Cardeal Walter Brandmülller agora expressou sua posição chamando o que os Bispos alemães chamam de "casos individuais", uma "tática do salame" (que é essa estratégia política que persegue o enfraquecimento de um grupo Através da infiltração de facções opostas, cujas lutas acabam dissolvendo o grupo, sem ser visto como culpado, NDR.), um "estratagema completamente desonesto." O Cardeal também fala do perigo de "tomar as regras estabelecidas para situações de extrema gravidade e aplicá-las à vida cotidiana" e afirma que esta abordagem é um "truque do mal".

"Eucaristia, comunhão, no sentido católico e ortodoxo, significa a presença real de Cristo nas formas visíveis de pão e vinho", explica o cardeal alemão. "o homem redimido intimamente se une a Cristo presente neste mistério." Por esta razão, diz o Cardeal Walter Brandmüller, é importante ter em mente o aviso de Paulo, para não comer ou beber o corpo e o sangue de Cristo indignamente, caso contrário, torna-se motivo de condenação. "Precisamos lembrar disso quando falamos de uma maneira descontraída sobre a admissão à comunhão caso a caso."

O cardeal Walter Brandmüller rejeita a declaração dos bispos alemães de que os cônjuges protestantes devem ser admitidos na Sagrada Comunhão por causa da sua "fome eucarística". Ele descreve essa expressão como "um caso interpretado pela força", que é "um cenário vergonhosamente melodramático", simplesmente "melancólico". Ele continua dizendo que "um cristão que realmente deseja a Sagrada Comunhão e sabe que não há Eucaristia sem Igreja e que não há Igreja sem a Eucaristia, pedirá sua admissão na Igreja Católica. Qualquer outra coisa seria questionável e desonesto ". A Igreja, ele acrescenta, não é um "self-service" no qual todos escolhem de acordo com seu próprio desejo.

Fonte: http://www.lafedequotidiana.it/cardinale-walter-brandmuller-vescovi-tedeschi-ammettono-alla-comunione-eucaristica-protestanti-sposati-cattolici-disonesti/

 
 
 

Artigo Visto: 398 - Impresso: 8 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.172.674 - Visitas Únicas Hoje: 984 Usuários Online: 228