"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
12/05/2018
Francesco Boezi: "Hoje se reavalia Ratzinger, ele foi um profeta"
 

Francesco Boezi: "Hoje se reavalia Ratzinger, ele foi um profeta"

11/05/2018

http://www.lafedequotidiana.it/wp-content/uploads/2017/01/papa-benedetto-xvijpg.jpg

Por Michele M. Ippolito

Um excelente livro para entender melhor a figura e o pensamento do Papa Bento XVI. Escreveu com um estilo agradável o jornalista do Il Giornale, Francesco Boezi. O título é: "Ratzinger, a revolução interrompida" (edição La Vela).

Boezi, sabiamente, questionou grandes e certamente autoritárias personalidades do mundo econômico, do jornalismo e da cultura que conheceram e seguiram por motivos profissionais o Papa Ratzinger e um retrato completo, sereno e imparcial. Entrevistamos Francesco Boezi.

Boezi, porque esta ideia?

"Me ocupo principalmente de coisas relacionadas à Igreja e ao Vaticano e, durante minha atividade, tenho refletido há muito tempo sobre a figura de Ratzinger e descobri, melhor encontrei confirmação, que é muito amado e há uma tendência a reavalia-lo".

Porque?

"Hoje se reavalia Ratzinger com uma leitura positiva e completa de seu pensamento e de seu próprio pontificado. Podemos afirmar que a visão do mundo e não apenas da Igreja do Papa Bento XVI foi profética, penso em suas palavras sobre o Islã e a posição assumida sobre o relativismo ético e cultural. O cardeal Ratzinger, mesmo quando se tornou Papa, era intransigente contra os riscos do relativismo e nós devemos reconhecer que ele estava certo, porque hoje o relativismo se tornou desenfreado ".

No entanto, a grande imprensa não foi muito branda com ele ...

"Isso é verdade. De fato, não é exagero dizer que às vezes se opôs, encontrou oposição. As motivações são inerentes à sua grande coerência e ao fato de nunca se abandonar ao politicamente correto, sem seguir a corrente do mundo ou dizer o que o mundo gosta de ouvir. Além disso, sempre manteve a Tradição viva e firme, mesmo no vestir e isso nem sempre foi apreciado ou aceito ".

Revolução interrompida, por quê?

"Seu pontificado, após a renúncia, foi abruptamente interrompido, pelo menos em suas aplicações. Desde a renúncia mudou muito, mudou-se o centro de gravidade, mesmo geográfico da Igreja, depois de uma continuidade entre João Paulo I, João Paulo II e precisamente Bento XVI. Hoje pensamos que o grande mal é a iniqüidade social e não mais o pecado".

O livro tem várias intervenções autoritativas ...

"Agradeço sinceramente a todos aqueles que deram sua preciosa contribuição, foram fundamentais para fazer esclarecimentos sobre o Papa emérito e seu pontificado".

Fonte: http://www.lafedequotidiana.it/francesco-boezi-oggi-si-rivaluta-ratzinger-un-profeta/

 
 
 

Artigo Visto: 420 - Impresso: 10 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.215.373 - Visitas Únicas Hoje: 1.167 Usuários Online: 205