"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
18/06/2018
Uma cópia de uma carta de Cristóvão Colombo, roubada da Biblioteca do Vaticano é devolvida pelos Estados Unidos
 

Uma cópia de uma carta de Cristóvão Colombo, roubada da Biblioteca do Vaticano é devolvida pelos Estados Unidos

publicado sexta-feira, 15 jun 2018

A carta detalha as descobertas de Colombo no Novo Mundo

http://www.catholicherald.co.uk/content/uploads/2018/06/20180614T1033-0137-CNS-VATICAN-COLUMBUS-LETTER-800x500.jpg

Uma cópia roubada de uma carta de Cristóvão Colombo foi devolvida ao Vaticano pelo embaixador dos EUA na Santa Sé.

O documento de quatro páginas, estimado em US $ 1,2 milhão, foi substituído por uma falsificação, e o original acabou na posse de um colecionador em Atlanta, na Geórgia. Quando o falecido Robert Parsons comprou a peça, ele não sabia que ela havia sido roubada.

"É uma peça preciosa da história e tenho a honra de devolvê-la ao seu legítimo proprietário", disse a embaixadora Callista Gingrich, que apresentou o documento ao Vaticano.

Quando Colombo viajou pela primeira vez para as Américas, ele escreveu uma carta detalhando suas descobertas para seus patronos, o rei Fernando e a rainha Isabella, da Espanha. A carta original, escrita em espanhol em 1493, foi rapidamente traduzida para outras línguas, espalhando a notícia de sua descoberta. A versão original em espanhol foi perdida, mas 80 das cópias traduzidas ainda existem.

A carta na posse do Vaticano era uma cópia latina impressa em 1493 e depois doada ao superior geral dos jesuítas no início do século XIX. Em 1921 foi dado ao Papa Bento XV para manter na biblioteca do Vaticano.

O Departamento de Segurança Interna dos EUA recebeu uma dica em 2011 de que o documento em posse do Vaticano era falso, embora não se saiba quando as duas cópias foram trocadas. Quando rastrearam o documento original para a viúva de Parsons, ela concordou em entregar a carta, desde que fosse devolvida ao Vaticano.

A carta falsa foi revelada para ter a ligação original, que combinou com o documento em posse de Parsons. A tinta e a textura do papel também se pareciam com o original.

O Vaticano manterá a carta real e a falsificação em sua coleção "porque até mesmo o roubo faz parte da história", disse Mons. Cesare Pasini, o prefeito da biblioteca.

Fonte: http://www.catholicherald.co.uk/news/2018/06/15/us-returns-stolen-christopher-columbus-letter-to-vatican/

 
 
 

Artigo Visto: 388 - Impresso: 5 - Enviado: 1

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.280.490 - Visitas Únicas Hoje: 102 Usuários Online: 86