"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
28/06/2019
Papa Francisco envia aos bispos alemães carta de 30 páginas, com comentários sobre seu "caminho sinodal"
 

Papa Francisco envia aos bispos alemães carta de 30 páginas, com comentários sobre seu "caminho sinodal"

Qua 26 de jun de 2019 - 13:27 EST

https://assets.lifesitenews.com/images/made/images/remote/https_www.lifesitenews.com/images/local/MarxundFrancis_810_500_75_s_c1.jpg

26 de junho de 2019 (LifeSiteNews) - A rádio da Arquidiocese de Colônia, Domradio, informa hoje que os bispos alemães acabam de receber - por entrega em mão do arcebispo Nikola Eterovic, o núncio papal - uma carta do Papa Francisco. Nele, o papa faz comentários sobre o recém-iniciado "caminho sinodal" alemão em relação a tópicos como o ensinamento da Igreja sobre sexualidade, celibato e o sacerdócio.

A carta chegou aos bispos alemães enquanto eles estavam reunidos para a reunião do conselho permanente em Berlim, onde os principais bispos das 27 dioceses alemãs se reuniram de maneira confidencial. Mathias Kopp, o porta-voz da Conferência dos Bispos da Alemanha, confirmou que "existe uma carta do Papa Francisco que será publicada em 29 de junho de 2019, ao meio-dia".

Segundo Domradio, “parece que o Papa Francisco não cancelou todo o 'caminho sinodal', mas apontou que alguns marcos devem ser levados em conta”.

As recomendações do Papa parecem ser - segundo Ingo Brüggenjürgen, editor-chefe do Domradio - “que se busque unidade com a Igreja Universal e que não se deixe o 'caminho católico', com minhas próprias palavras”.

A LifeSiteNews falou com uma fonte bem informada sobre esta carta, que em breve será publicada, e a fonte, que desejava permanecer anônima, afirmou que “a carta é escrita de maneira vaga e ambígua, o que deixa em aberto diferentes interpretações”. carta tem cerca de 30 páginas.

O LifeSiteNews atualizará este relatório, pois mais informações serão divulgadas.

Outra fonte que deseja permanecer anônima disse à LifeSiteNews que esta nova carta papal é um "passe livre para o cardeal Marx, a fim de iniciar seu caminho sinodal".

Mas vale a pena lembrar, neste contexto, que no ano passado, o Papa Francisco, com a ajuda da Congregação para a Doutrina da Fé (CDF), também interveio na Alemanha em relação às orientações dos bispos alemães sobre a Comunhão para os cônjuges Protestantes com Católicos.

Em primeiro lugar, o CDF advertiu os Bispos alemães para ainda não publicar essas diretrizes, devido à necessidade de alguma discussão mais doutrinal da questão, mas então o Cardeal Reinhard Marx foi capaz de receber, em uma conversa pessoal com o Papa em Roma, a aprovação papal assim, ignorando quaisquer esclarecimentos doutrinais. As orientações episcopais foram publicadas pela Conferência Episcopal Alemã em junho do ano passado.

Segundo Domradio, os bispos alemães ficaram mais surpresos com essa carta papal.

Os bispos alemães discutiram durante seu encontro em Berlim os planos para esse “caminho sinodal” que deve ser “obrigatório” e que é lidar com “poder clerical”, a “forma sacerdotal de viver” e “sexualidade”. Possivelmente, os bispos acrescentarão outro tema, o do papel das mulheres na Igreja.

Resta saber como as discussões sinodais na Alemanha irão fluir junto com as que ocorrem no próximo Sínodo Amazônico, uma vez que o documento de trabalho recentemente publicado do Sínodo Amazônico também deseja discutir o sacerdócio e o papel das mulheres na região amazônica.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/blogs/pope-francis-sends-german-bishops-30-page-letter-comments-on-their-synodal-path

 
 
 

Artigo Visto: 267 - Impresso: 4 - Enviado: 0

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 3.583.183 - Visitas Únicas Hoje: 1.305 Usuários Online: 197