Sinais do Reino


Artigos
  • Voltar






09/10/2023
Qual é o plano de Deus para a Salvação das Nações Infiéis [escondido no Segredo de Fátima]

O que conteria o Terceiro Segredo de Fátima sobre como Deus converterá as nações apóstatas.

Por trás das causas materiais dos desastres naturais e sociais que ocorrem, existe um julgamento divino sobre o mundo.

O mundo hoje está longe de estar em conformidade com a criação.

Mas Deus tem um plano para que tudo volte ao desígnio original, o que envolve o retorno dos homens a Ele.

E este plano tem algumas nações no centro.

Aqui falaremos sobre a revelação póstuma do Padre Malachi Martin sobre o plano que está escondido no 3º Segredo de Fátima.

Nas catástrofes que estão acontecendo no mundo, como vírus, terremotos, incêndios, desastres sociais, meteorologistas, geólogos, virologistas, sociólogos são chamados a interpretar o que está acontecendo.

Mas o nome de Deus nunca é ouvido. Deus é o grande ausente.

Embora o povo cristão tenha sempre atribuído a estas catástrofes o carácter de advertência, hoje, infelizmente, a hierarquia da Igreja parece estar a abdicar desta interpretação.

O que Deus está dizendo ao homem com a sequência de terremotos, inundações, pragas, mortes de migrantes no Mediterrâneo, guerras, ataques, fomes?

Que embora os atores humanos e as forças da natureza estejam por trás deles, há um desígnio divino escondido sob a força cega da natureza e das paixões humanas.

E que o aumento das catástrofes naturais, sociais e bélicas é o alerta, a nível físico, daquilo que as aparições marianas têm revelado repetidas vezes.

Nossa Senhora tem nos informado que Deus está muito insatisfeito com o desrespeito dos homens pela criação, com a relação entre eles e com a sua relação com Ele.

E que ele está dando os últimos avisos para a conversão da humanidade. Caso contrário, haverá uma purificação sangrenta.

E no centro disto está o 3º Segredo de Fátima.

Sabemos algumas coisas sobre a parte do 3º Segredo, que não foi revelada pelo Vaticano, através de vários padres e prelados que o leram.

Um deles foi o padre Malachi Martin, padre jesuíta, diplomata, linguista, paleógrafo, figura importante durante e depois do Concílio Vaticano II.

Que desempenhou algumas missões delicadas para o Cardeal Agustín Bea, de quem foi secretário particular, e para João XXIII e Paulo VI, de quem foi amigo íntimo.

O Padre Malachi Martin leu o terceiro segredo de João XXIII e do Cardeal Bea e, antes de lê-lo, teve que fazer um juramento de não revelá-lo.

E vinculado a esse juramento, ele só poderia falar de tudo que girava em torno dele, mas sem revelar o texto em si.

Mas ele ainda revelou que “a apostasia na Igreja constitui o pano de fundo ou contexto do 3º Segredo.

Que a apostasia já começou.

E que os castigos físicos previstos em segredo são muito reais.

Um ano antes de sua morte, em 1998, ele disse:

“Se o Vaticano revelasse o terceiro segredo, seria um choque para as pessoas.

As igrejas ficariam imediatamente cheias de fiéis de joelhos, os confessionários de todas as igrejas, catedrais e basílicas estariam lotados, mesmo no sábado à noite”.

Mas nem de longe isto aconteceu depois de Junho de 2000, quando o Vaticano “revelou” o que chamou de Terceiro Segredo de Fátima.

Na realidade, está acontecendo o contrário.

As igrejas estão cada vez mais vazias, os escândalos multiplicam-se e os confessionários foram transformados em armários para guardar materiais de limpeza.

E dois anos antes, em abril de 1996, o Padre Malachi Martín foi entrevistado por um jornalista.

Quando o mundo ainda não vivia as catástrofes de hoje, nem havia guerra na Ucrânia.

O jornalista perguntou-lhe qual é o papel da Rússia no Segredo de Fátima?

E o Padre Malaquías Martín lhe respondeu:

«O papel da Rússia é muito importante.

Se acreditarmos nas revelações de Nossa Senhora de Fátima, a salvação do mundo e a cura de todos os seus males começarão na Ucrânia e na Rússia.

Por isso a Virgem falou tanto da Rússia, que primeiro era preciso curá-la dos seus erros, porque então permitirá que o resto do mundo melhore e se cure dos seus pecados.

É uma Mensagem muito misteriosa porque se poderia acreditar que a salvação do mundo viria do Ocidente.

Mas não, segundo Fátima, a nossa salvação virá do Leste, e em particular da Rússia e da Ucrânia, o que é por si só extraordinário.

Ninguém alguma vez mencionou que a Ucrânia, em relação à Rússia, tinha uma ligação com o 3º Segredo de Fátima, excepto o Padre Malachi Martin na década de 1990.

Mas essa revelação do Padre Martin também foi feita pela Santíssima Virgem.

Em 1914, a Virgem Maria apareceu na Ucrânia, na pequena cidade de Hrushiv, exatamente 3 anos antes de Fátima, na cúpula da pequena igreja de madeira da Santíssima Trindade.

E ela disse: “durante 80 anos, a sua fé será combatida e você terá que sofrer para defendê-la”.

Milhões de ucranianos sofreram terrivelmente com a perseguição comunista na Rússia desde 1917.

Praticamente todos os bispos ucranianos foram exterminados, assim como os padres.

E em 27 de abril de 1987, ela retornou até 15 de agosto, à pequena cidade de Hrushiv, exatamente um ano após o desastre na usina nuclear de Chernobyl.

Ela apareceu novamente acima da igreja e entregou uma mensagem a uma menina ucraniana de 10 anos, Maria Kizyn.

Todos os habitantes da cidade tiveram o privilégio de ver a Virgem sob uma misteriosa luz prateada, vestindo um magnífico manto escuro, correspondente ao ícone da Theotokos de Vladimir.

E a mensagem que ela deu a María Kizyn foi a seguinte,

“Chegaram aqueles tempos que se falava como o fim dos tempos.

Veja a desolação que cobre o mundo.

Ore pela Rússia. Se não houver um regresso ao Cristianismo na Rússia, haverá uma Terceira Guerra Mundial e o mundo inteiro ficará arruinado.

A Ucrânia foi o primeiro país a se dedicar à Rainha dos Céus, e por isso tomei todos vocês sob meus cuidados.

Os ucranianos devem tornar-se apóstolos de Cristo para os russos, porque se o cristianismo não regressar à Rússia, haverá uma Terceira Guerra Mundial.

A Ucrânia é crucial para a conversão da Rússia. E é a Rússia que converterá o Ocidente. A centelha de tudo isto virá da Ucrânia.”

Ainda não compreendemos tudo isto, porque pensamos em termos humanos e políticos.

A Virgem repete que estamos no fim dos tempos, como em Garabandal.

E se a Rússia não regressar ao Cristianismo as coisas vão piorar, porque é a Rússia que irá punir o Ocidente e convertê-lo.

Mas primeiro a Rússia deve regressar à fé, e isso será feito através da influência da Ucrânia.

Mas este cenário está longe.

Sabemos que o Ocidente apostatou completamente da fé, enquanto na Rússia vemos um certo regresso a ela, mas é menos do que parece.

Porque o fraco regresso ao Cristianismo que está a acontecer está a ser usado como propaganda russa contra o Ocidente.

O povo não voltou em massa às igrejas e continua a ser um dos países com maior índice de abortos no mundo.

E a Rússia também tomou como aliados a China, o Irão e a Índia, nações claramente opostas ao Cristianismo.

E a situação também não é clara para a Ucrânia, porque é refém do confronto entre dois blocos apóstatas: a NATO liderada pelos Estados Unidos, e a Rússia apoiada por uma China claramente ateia e comunista.

Bom, aqui queríamos falar sobre como devemos interpretar os desastres naturais e sociais, e como é o desígnio divino para que o mundo mude e retorne a Ele.

E gostaria de perguntar se você já ouviu um padre interpretar os desastres naturais e sociais que acontecem como avisos de Deus ou não.

ASSISTA OS VÍDEOS ABAIXO

Fonte:https://forosdelavirgen.org/plan-dios-salvacion-naciones/









Artigo Visto: 531

 




Total Visitas Únicas: 6.306.371
Visitas Únicas Hoje: 625
Usuários Online: 149