Sinais do Reino


Palavra do Bispo
  • Voltar






03/01/2022
Pandemia, encontramos unidade em Jesus

(Da página do Facebook do Monsenhor Giovanni D'Ercole).

Pandemia, encontramos unidade em Jesus

03-01-2022

Nossas vidas há muito foram afetadas por esta misteriosa pandemia, que causa medo, confusão e até ódio. Não podemos permitir que isso tire nossa paz. O Menino de Belém convida-nos a seguir a bússola que é o Evangelho e pede-nos que nos aceitemos como somos e nos amemos, mesmo que tenhamos ideias diferentes, vacinados ou não.

por Giovanni D'Ercole

2021 termina e entramos em 2022 conforme o tempo passa inexoravelmente. o clima! Trem da vida sem fim no qual viajamos, um trem que nunca pára: de vez em quando há quem nos desembarque e nos cumprimente e há quem sobe e caminha, corre, enquanto o trem da história segue misteriosamente e imparável para o futuro.

Como será 2022?Sempre esperamos que seja melhor que no ano passado, mas, para sermos concretos, encontraremos alegrias e tristezas, satisfações e decepções como sempre porque o nosso dia a dia é feito disso. No entanto, é preciso acrescentar que há já algum tempo, devido a esta epidemia misteriosa, a desconfiança e o medo, a confusão e a incerteza, o confronto e mesmo o ódio dominam por toda a parte. Covid19 com suas variantes é o tema incômodo dos pensamentos e das palavras de quase todos: um pequeno vírus, ainda não está claro como nasceu, afeta a vida de toda a humanidade.

Mas podemos permitir que tudo isso tire nossa paz? O que podemos fazer?Na meditação constante destes longos meses de silêncio escolhido, rezo muito por vós e partilho o cansaço e a preocupação comuns face à persistência de uma situação que divide almas e desencadeia até conflitos violentos e sem sentido nas nossas sociedades. É possível que mesmo nas famílias e mesmo nas comunidades eclesiais haja divisão e luta acirrada entre aqueles que pensam que a vacina é a solução para o problema e aqueles que não estão convencidos? Ninguém está ganhando e, em vez disso, todos estamos perdendo porque, quando a confiança mútua desaparece, o horizonte fica tingido de violência e tristeza.

É isso que queremos entregar aos nossos filhos? Novamente, a pergunta: o que fazer?Oscar Wilde com seu realismo carregado de humor lembra que estamos todos no esgoto, mas alguns de nós olham para as estrelas. Aqui, sinto que neste momento é importante olhar para cima onde Alguém, na Estrela que guiou os Magos, não para de nos olhar e de pensar em nós; o Menino de Belém convida-nos a seguir a bússola que é o Evangelho e pede-nos que nos aceitemos como somos e nos amemos, mesmo que tenhamos ideias diferentes, vacinados ou não.

A solução para a pandemia não é fácilmas certamente podemos garantir a solução se, como cristãos, reconhecermos que a oração e o recurso a Deus são uma garantia segura de sucesso. Este é o momento em que seguimos todas as medidas sanitárias prudentes e oportunas possíveis, mas como crentes nos é pedido algo mais que só nós podemos fazer; temos que fazer as pessoas sentirem o poder da fé que carrega montanhas e realiza o impossível.
Esta é a hora de testemunhar a fé, de acreditar na força da ação divina que, no passado, graças à oração convicta e à ação de bons fiéis, muitas vezes superou muitas outras calamidades terríveis e situações dramáticas.
Se o dia for 86.400 segundos, você dedica alguns a Deus? Diz um provérbio: “Não espere que a tempestade passe, mas aprenda a dançar na chuva”. Agora é hora de agir; agora é a hora da oração, a hora do perdão e da compreensão, a hora de testemunhar que cremos e confiamos em Jesus, a hora do amor ao próximo livremente e sem reservas para todos. Não é essa a característica de nós, cristãos?

Para combater a tentação crescente do egoísmo e do retraimento em si mesmoreflita sobre este outro conselho de um sábio oriental: “A vida é plantar árvores em cuja sombra não esperamos sentar; a vida é a coragem de valorizar as pequenas coisas de cada dia, redescobrindo que há flores e alegrias para quem as conhece e quer vê-las ”. E não esqueçamos que a nossa existência é como um arco-íris onde a chuva e o sol, as lágrimas e a alegria são necessárias para ver a beleza das cores.

Vamos todos trabalhar para nos ajudar a superar esse momento difícil juntoscompartilhando alegrias e tristezas! Por fim, recordo-vos estas palavras de Jesus: “Pois bem, vos digo: pedi e vos será dado, procurareis e encontrareis, batam e vos será aberto. Pois quem pede recebe e quem procura e a quem bater se abrirá: Como um pai entre vocês, se o filho lhe pedir um peixe, ele lhe dará uma cobra em vez de um peixe? Ou se ele pedir um ovo, ele lhe dará um escorpião? o céu dará o Espírito Santo àqueles que lhe pedirem! " (Lc 11: 9-13).
E se o Espírito Santo entra em ação, ele não brinca, ele vence todos os obstáculos e todos os inimigos da verdade e do amor. Um feliz ano novo a todos com muito carinho.

* Bispo emérito de Ascoli Piceno

Fonte:https://lanuovabq.it/it/pandemia-ritroviamo-lunita-in-gesu




Artigo Visto: 291

 




Total Visitas Únicas: 5.626.469
Visitas Únicas Hoje: 737
Usuários Online: 333