Sinais do Reino


Espaço Mariano
  • Voltar






25/03/2023
A Anunciação (María Valtorta)

Sua Santidade o Papa Pio XII, 26 de fevereiro de 1948 (Obsservatore Romano):"Que esta Obra seja publicada de tal maneira como é. Não é necessário dar qualquer opinião sobre a sua origem ou se pode ser extraordinária ou não. Quem a ler entenderá.

“Que quando meu dia terminar, sua casa se abrirá para mim porque suas portas foram abertas por seu Cristo para todos aqueles que esperaram em você. Vem, vem, Espírito do Senhor. Venha para seus fiéis que esperam por você. Vem, Príncipe da Paz!…”

O que eu vejo. Maria, uma menina muito jovem (no máximo quinze anos a julgar pela aparência), está em uma pequena sala retangular; Verdadeiramente, o quarto de uma jovem. Encostada a uma das duas paredes mais compridas, está a cama: uma cama baixa, sem armadura, coberta por grossas esteiras ou tapetes - dir-se-ia que estes se estendem sobre uma tábua ou sobre uma armação de juncos porque são muito rígidos e sem dobras como as de nossas camas. Na outra parede, uma estante com uma lamparina a óleo, alguns pergaminhos e uma peça de bordado - parece um bordado - cuidadosamente dobrada.

De um lado da prateleira, em direção à porta que dá para o jardim, agora aberta, embora coberta por uma cortina que se move com uma leve brisa, a Virgem está sentada em um banquinho baixo. Ela está fiando um linho muito branco e macio como a seda. Suas mãozinhas, apenas um pouco mais escuras que o linho, giram rapidamente o fuso. Seu rostinho adorável e jovem está levemente inclinado e levemente sorridente, como se ela estivesse acariciando ou seguindo algum doce pensamento.

Há um grande silêncio na casa e no jardim. E muita paz, tanto no rosto de Maria quanto no espaço ao seu redor. Paz e ordem. Tudo está limpo e arrumado. O quarto, de aspecto muito humilde e mobilado, quase nu como uma cela, tem um ar austero e régio, devido à sua grande limpeza e à cuidada colocação da colcha, dos pergaminhos, do candeeiro e da pequena jarra de cobre que está perto esta com um feixe de raminhos floridos dentro, raminhos de pêssego ou pereira, sei lá; o que está claro é que são de árvores frutíferas, de um branco levemente rosado.

Maria começa a cantar baixinho. Em seguida, levante ligeiramente a voz. Não atinge pleno canto, mas sua voz já vibra na sala, sentindo nela uma vibração da alma. Não entendo a letra, que sem dúvida está em hebraico, mas como ele repete “Yeohveh” de vez em quando, desconfio que seja alguma canção sagrada, talvez um salmo. Talvez Maria se lembre das canções do Templo.

Deve ser uma doce lembrança. Com efeito, ela deixa as mãos no colo, e com elas o fio e o fuso, e levanta a cabeça para apoiá-la contra a parede, de costas. Seu rosto está corado com um lindo rubor; os olhos, perdidos depois de algum doce pensamento, brilhantes de uma explosão de choro, que não transborda, mas os alarga. E, apesar de tudo, os olhos riem, sorriem desse pensamento que veem e que os abstrai do sensível.

Destacando-se de seu vestido branco muito simples, envolto em tranças, que ela usa reunidas como uma coroa em volta da cabeça, o rosto rosado de Maria parece uma linda flor.

A canção torna-se uma oração:

- Senhor Deus Altíssimo, não demores mais em enviar o teu Servo para trazer a paz à terra. Levantai o tempo propício e a virgem pura e fecunda para a vinda do vosso Cristo. Pai, Santo Padre, concede à tua serva oferecer a sua vida por isto. Concede-me morrer depois de ter visto a tua Luz e a tua Justiça na Terra, sabendo que a Redenção foi realizada. Oh, Santo Padre, envie o Suspiro dos Profetas à Terra! Envie o Redentor ao seu servo.

Que quando meu dia terminar, sua casa se abrirá para mim porque suas portas foram abertas por seu Cristo para todos aqueles que esperaram em você. Vem, vem, Espírito do Senhor. Venha para seus fiéis que esperam por você. Vem, Príncipe da Paz!...

Maria está tão envolvida...
A cortina bate mais alto, como se alguém estivesse jogando algo nela ou tentando abri-la. E uma luz branca de pérola fundida com prata pura torna mais claras as paredes levemente amareladas, torna mais vivas as cores dos tecidos, mais espiritual o rosto voltado para cima de Maria. Na luz, o Arcanjo se prostra. A cortina não foi fechada diante do mistério que está acontecendo; além disso, já não bate: pende, rígida, presa às ombreiras, separando, como uma parede, o interior do exterior.

O Arcanjo deve necessariamente adquirir um aspecto humano; mas é um aspecto ultra-humano. De que carne é composta esta figura tão bela e brilhante? Com que substância Deus o materializou para torná-lo sensível aos sentidos da Virgem? Somente Deus pode possuir essas substâncias e usá-las dessa maneira perfeita.

É um rosto, é um corpo, são olhos, boca, cabelos e mãos como as nossas; mas não se trata da nossa matéria opaca: é uma luz que assumiu a cor da carne, dos olhos, dos cabelos, dos lábios, uma luz que se move e sorri e olha e fala.

-Ave, Maria Cheia de Graça, Ave! -A voz é um doce arpejo como pérolas batendo contra um metal precioso.

Maria estremece e baixa o olhar. Seu estremecimento aumenta quando ela vê a criatura brilhante ajoelhada a cerca de um metro de distância dela, as mãos cruzadas sobre o peito, olhando para ela com infinita reverência.

Maria de repente se levanta e pressiona o corpo contra a parede. Ele fica pálido e cora alternadamente. Seu rosto expressa espanto e confusão. Ela inconscientemente pressiona as mãos contra o peito, escondendo-as nas mangas largas. Ela se fecha em si mesma como se quisesse esconder o corpo o máximo possível: um ato de delicada modéstia.

-Não. Não temas. O Senhor está com você! Bendita és tu entre todas as mulheres!.

Apesar dessas palavras, Maria continua a temer. De onde vem esse ser extraordinário? Ele é enviado por Deus ou pelo Enganador?

Não tenha medo, Maria! -insiste o Arcanjo -Eu sou Gabriel, o Anjo de Deus. Meu Senhor me enviou a você. Não temas, porque encontraste graça diante de Deus. Você conceberá em seu ventre e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de "Jesus". Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e verdadeiramente o será. O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai, e ele reinará para sempre na casa de Jacó, e seu reino não terá fim. Entenda, Santa Virgem amada do Senhor, Sua Filha bendita, chamada para ser a Mãe de Seu Filho, entenda qual Filho você vai gerar.

-Como isso pode acontecer se eu não conheço um homem? O Senhor não aceita mais a oferta de sua serva? Será que ele não quer mais que eu seja virgem por amor a Ele?

-Você não vai ser mãe pelo trabalho de um homem, María. Tu és a Virgem eterna, a Santa de Deus. O Espírito Santo descerá sobre ti e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Portanto, aquele que vai nascer de ti, e Filho de Deus, será chamado Santo. O Senhor, nosso Deus, tudo pode. Isabel, a estéril, na sua velhice concebeu um filho que será o Profeta do teu Filho, aquele que preparará os seus caminhos.

O Senhor a libertou de seu opróbrio e sua memória permanecerá no povo unido ao teu nome, como o nome de seu filho ao de teu Santo Filho, e até o fim dos séculos o povo te chamará bendita pela graça do Senhor que recebestes, e especialmente a ti, Maria, porque eles terão recebido a Graça por meio de ti. Isabel já está no sexto mês, e seu peso, paradoxalmente, a alegra, e vai se alegrar ainda mais quando souber o motivo de sua alegria. Nada é impossível para Deus, Maria cheia de graça.

O que devo responder meu Senhor? Não se perturbe com nenhum tipo de pensamento. Ele protegerá seus interesses se você se colocar em suas mãos. O mundo, o Céu, o Deus eterno aguardam sua resposta!

Maria, cruzando as mãos sobre o peito e curvando-se com gesto reverente, diz:
-Eis aqui a escrava de Deus. Faça-se comigo segundo a tua palavra.

O Anjo resplandece de alegria e torna-se adorador, pois, sem dúvida, vê o Espírito de Deus descer sobre a Virgem, inclinando-se em gesto de adesão; depois desaparece sem mover a cortina, deixando-a fechada cobrindo o santo Mistério.

Bispo Roman Danylak no Nihil Obstat e Imprimatur para o “Evangelho como me foi revelado” também chamado de “O Poema do Homem-Deus”: “Eu digo que não há nada censurável no Poema do Homem-Deus e em todos os outros escritos de Valtorta em relação à fé e à moral." Roma, 13 de fevereiro de 2002.

– São Pio de Pietrelcina, “Padre Pio”, um grande santo a quem Deus concedeu tantos dons e
graças —milagres, conversões, confissões de milhares de almas arrebatadas por seu exemplo e seu incansável trabalho espiritual— quando perguntado por uma filha espiritual: “Padre, você ouviu falar desses novos livros de Maria Valtorta? Aconselha-me a lê-los?”, respondeu: “Não aconselho, mais, mando”.

Sua Santidade o Papa Pio XII, 26 de fevereiro de 1948 (Obsservatore Romano):

"Que esta Obra seja publicada de tal maneira como é. Não é necessário dar qualquer opinião sobre a sua origem ou se pode ser extraordinária ou não. Quem a ler entenderá.

Hoje ouvimos sobre muitas visões e revelações. Não estou dizendo que todos elas
são verdadeiras, mas há algumas que são autênticas."

https://www.marialuzdivina.com/paginas/evangelio/1/pag16.php

Fonte: https://ejercitoremanente.com/2022/12/16/preparando-la-navidad-la-anunciacion-maria-valtorta/

---

PEDI-ME, À VOSSA AMADA MÃE, PARA VOS DAR A FORÇA PARA CARREGAR E PROTEGER A MISSÃO DE SALVAÇÃO

Terça-Feira, 25 de Marco de 2014, 15:30 h.

Meus queridos filhos, quando Deus me escolheu como Mãe do Seu Filho Unigénito foi para que eu pudesse dar glória a Deus, servindo-O, para entregar ao mundo o tão esperado Messias. Eu fui então apenas uma humilde serva, como eu sou agora.

Lembrai-vos sempre que quando vós servis a Deus, no Seu Plano para trazer a Salvação Eterna ao mundo, vós sois simplesmente Seus servos. Servir a Deus requer um profundo sentimento de humildade. Não pode ser de qualquer outra forma. Esta Missão, a última sancionada pelo meu Pai no Seu Plano para trazer a salvação final aos Seus filhos, atrairá milhões de almas para O servir. Elas virão de todos os cantos da Terra. Muitos não estarão conscientes do seu chamamento, até rezarem as Cruzada de Orações. Será através da recitação das Cruzadas de Orações que o Espírito Santo irá arrebatar estas almas e, então, elas estarão prontas para carregar a Cruz do meu Filho.

Se vós servirdes realmente o meu Filho e vierdes em Seu auxílio, para que Ele possa trazer a salvação a todos os pecadores, então vós tereis que aceitar o peso da Cruz. Quando vós servis o meu Filho, mas mais tarde guardais ressentimento do sofrimento que isso vos trouxe, isso fará com que a barreira que vos protege contra o demoônio se quebre.

Satanás nunca incomodará aqueles que seguem falsos visionários ou os seus seguidores, porque ele sabe que eles não dão frutos. Ele, no entanto, no caso de missões autênticas, ataca com severa crueldade. Ele usará as almas fracas, atingidas com o pecado do orgulho, para assaltar os discípulos verdadeiros do meu Filho. Para aqueles que respondem a Mim, à Mãe da Salvação, o seu ódio será mais evidente quando a minha Medalha da Salvação for disponibilizada em todo o mundo.

A Medalha de Salvação irá converter milhares de milhões de almas e, portanto, todos os esforços serão feitos pelo maligno para o impedir. Vós vereis, através de tais ataques, o puro veneno que derramará do maligno e de cada agente dele, pois ele não quer que esta Medalha seja dada aos filhos de Deus. Filhos, vós nunca vos deveis curvar às pressões ou à maldade que emanam daqueles que deixaram o meu Filho. Fazer isso é ceder a Satanás. Em vez disso, vós deveis pedir-me, à vossa amada Mãe, para vos dar a força para carregar e proteger a Missão de Salvação nesta época do aniversário da Anunciação.

Vós deveis recitar esta Cruzada de Oração (143) Para proteger a Missão de Salvação:

Ó Mãe da Salvação, protegei esta Missão, uma Dádiva de Deus para levar a Vida Eterna a todos os Seus filhos em todos os lugares. Por favor, intervinde em nosso nome, através do vosso amado Filho, Jesus Cristo, para nos dar a coragem para suportarmos os nossos deveres de servir a Deus em todos os momentos e, especialmente, quando sofremos por causa disso. Ajudai esta Missão a converter milhares de milhões de almas, de acordo com a Divina Vontade de Deus, e transformai aqueles corações de pedra em amorosos servos do vosso Filho. Dai-nos, a todos nós que servimos Jesus nesta Missão, força para superar o ódio

e a perseguição da Cruz e para acolher o sofrimento que vem com ela, com generosidade de coração e com plena aceitação do que possa vir em frente. Amém.

Meus queridos filhos, nunca permitais que o medo de servir a Deus se coloque no caminho da vossa proclamação da Sua Santa Palavra. O medo vem de Satanás - e não de Deus. A coragem e força, combinadas com humildade e desejo de aderir à Vontade de Deus, só podem vir de Deus.

Eu dou Graças hoje, neste aniversário da Anunciação, ao meu amado Pai, Deus o Altíssimo, pela Dádiva que Ele deu ao mundo quando Ele me pediu para seguir em frente com o Seu amado Filho, para redimir a humanidade e para levar o mundo ao Seu Eterno Reino.

A vossa amada Mãe

Mãe da Salvação

Fonte:https://www.elgranaviso-mensajes.com/news/mar-25-2014-mae-de-salvacao-pedi-me-a-vossa-amada-mae-para-vos-dar-a-forca-para-carregar-e-proteger-a-missao-de-salvacao/




Artigo Visto: 634

 




Total Visitas Únicas: 6.306.377
Visitas Únicas Hoje: 631
Usuários Online: 155