Sinais do Reino


Orações
  • Voltar






05/03/2022
A oração de Pio XII pela paz

Salvo em: Blogue por Aldo Maria Valli

A oração de Pio XII pela paz

05-03-2022

A oração de Pio XII pela paz

24 de novembro de 1940

Ó Pai nosso que estais nos céus, ó Deus, nosso protetor, voltai o vosso olhar para Cristo vosso Filho; vede os sinais vermelhões das suas chagas, a que o levou o amor por nós e a obediência a vós, com os quais quis ser nosso Advogado e Propiciador em todas as tribulações. Ó Jesus, nosso Salvador, fala a teu Pai e nosso Pai por nós, roga-lhe por nós, por tua Igreja, por todos os homens, conquista de teu sangue. Ó Rei Pacífico, Príncipe da Paz! Tu, que tens as chaves da vida e da morte, dá a paz do descanso eterno às almas de todos os fiéis, varridos na morte pelo turbilhão da guerra e, conhecidos e desconhecidos, sepultados sob as ruínas das cidades e das aldeias destruídas, nas planícies sangrentas, nas colinas rasgadas, nos abismos dos vales ou nos remoinhos do mar.

Que seu sangue purificador desça sobre suas dores para branquear seus mantos e torná-los dignos e resplandecentes em sua presença beatificante. Tu, consolador amoroso dos infelizes, que choraste às lágrimas de Marta e Maria desconsoladas pelo irmão morto, concede a paz de conforto, resignação e ajuda aos pobres, desde as calamidades da guerra prostrados na tribulação e na dor, aos exilados , aos refugiados de sua pátria, aos peregrinos desconhecidos, aos prisioneiros, aos feridos que confiam em Ti.

Enxugue as lágrimas de tantas esposas, de tantas mães, de tantos órfãos, de tantas famílias, de tantos desamparados; lágrimas escondidas, caindo sobre o pão da dor, depois de longos jejuns, em choupanas frias, o pão repartido entre os filhos repetidamente levados aos vossos altares na humilde igreja para rezar pelo pai ou pelo irmão mais velho, talvez morto, talvez definhando, talvez perdido.

Consolai a todos com os dons celestiais e com aqueles alívios e ajudas de caridade fecunda, que sabeis inspirar às almas bondosas, que nos ofegantes e desafortunados reconhecem os seus irmãos e amam as vossas imagens. Concede aos combatentes, com heroísmo no cumprimento do seu dever, até ao sacrifício supremo, pela defesa da Pátria, aquele nobre sentido de humanidade, que em todo o caso não faz aos outros o que não gostaria que lhes fosse feito a si mesmo ou ao seu próprio povo.

Ó Senhor, que a caridade do teu divino Espírito triunfe sobre o mundo, e que a paz da concórdia e da justiça volte entre os povos e as nações. Que os nossos votos sejam aceitos e agradáveis ​​ao vosso manso e humilde Coração, e que o número e a devoção dos santos sacrifícios que, propensos, toda a Igreja, vossa Esposa, por vós, Sacerdote e Vítima por toda a eternidade, vos ofereça propiciosamente. Pai divino. Você fala ao coração dos homens. Você tem palavras, que penetram e abalam o coração, que iluminam a mente, que acalmam a raiva, extinguem o ódio e a vingança. Diga aquela palavra que acalma as tempestades, que cura os enfermos, que é luz para os cegos e audição para os surdos, que é vida para os mortos.

A paz entre os homens, que você deseja, está morta: levante-a, ó divino Conquistador da morte; e para você finalmente a terra e o mar podem se acalmar; que cessem os redemoinhos nos céus que, desafiando os raios do sol ou escondidos na escuridão da noite, lançam terror, incêndios, destruição, massacres sobre populações indefesas; a justiça com a caridade cristã equilibra de ambos os lados os solavancos da balança; para que, reparada toda injustiça, restabelecido o império da lei, extinguido toda discórdia e ressentimento dos espíritos, uma paz verdadeira, ordenada e duradoura que irmãos, no decorrer dos séculos e no consentimento do sumo bem, todos os povos da a família humana sob o teu olhar. Que assim seja.

__________________

Na foto: em 13 de agosto de 1943, Pio XII reza em San Giovanni após o ataque aéreo anglo-americano aos bairros populares de Prenestino, Casilino, Appio, San Lorenzo, Porta Maggiore e San Giovanni. As bombas aliadas causaram 1.500 mortos, 6.000 feridos, 10.000 casas em escombros ou danificadas, 40.000 romanos desabrigados. Entre as vítimas estava Don Raffaele Melis, baleado enquanto socorria os feridos. Pio XII definiu a morte do sacerdote "luto e glória do meritório instituto dos Oblatos" (os Oblatos da Virgem Maria, fundados pelo Padre Pio Bruno Lanteri).

Fonte: centrostudifederici.org

Via:https://www.aldomariavalli.it/2022/03/05/preghiera-di-pio-xii-per-la-pace/




Artigo Visto: 815

 




Total Visitas Únicas: 6.306.407
Visitas Únicas Hoje: 661
Usuários Online: 129