Sinais do Reino


Mensagens Proféticas
  • Voltar






26/09/2023
Mensagens do Céu para o Mundo hoje

Mensagem de 08 de Setembro de 2023 / Vidente Jean Philippe Marie

Meus filhinhos,

A Minha Igreja Católica não é um covil de bandidos (cf. Mt 21, 12-13) . Não posso tolerar lucro, mentira, corrupção, impureza ou qualquer outro pecado de qualquer forma, porque queria que fosse santa. Mesmo os recém-nascidos durante o seu Batismo – e apesar da sua aparente inocência – devem ser arrancados do poder de Satanás por um exorcismo e vivificados pela Minha força para serem capazes de lutar contra os poderes das trevas durante toda a sua vida. Os catecúmenos, por sua vez, devem passar pelas diferentes etapas de uma iniciação, no final da qual se comprometem a renunciar a Satanás e a viver cristãmente. E quando vocês pecaram, vocês também devem fazê-lo, Meus filhos, através do sacramento da Reconciliação ( cf.Jo 20,23), purifique-se das suas faltas para se reencontrar na comunhão da Minha Igreja .

Sendo Minha querida Igreja o Meu Corpo Místico, é necessário que compreendais que só pode ser constituída por seres dispostos a renunciar às forças do Mal que governam o mundo, a ancorar-se solidamente numa fé sincera, a viver do Meu Evangelho e a Procurar perfeição. Assim, ninguém pode ser membro do Meu Corpo se não resolver cortar as estruturas do pecado que pesam na sua alma e que poluem a sua carne. É por isso que nenhum eclesiástico, seja qual for a posição que ocupe na Minha Igreja, tem o direito de aprovar – e menos ainda de legitimar – desejos desonestos e atos perversos, mesmo por piedade ou por compaixão, porque esses desejos e essas ações são fundamentalmente incompatível com Minha pureza e com Meu Amor.

A especificidade de uma cobertura é que ela abriga o interior da casa que cobre, você toleraria ver ali instaladas telhas porosas ou fendidas? E se o seu telhado fosse danificado após uma tempestade, você não chamaria um carpinteiro para consertá-lo o mais rápido possível? Pois bem, Meus filhinhos, o mesmo acontece com a Minha Igreja, cuja especificidade é reunir num único Corpo todos aqueles que desejam percorrer o caminho da santidade e que se comprometem, estimulados pelo Meu Amor e nutridos pelo Meu ensinamento e a Eucaristia, para segui-la. Aqueles que não querem uma vida de santidade ou que se permitem desobedecer aos Mandamentos por causa da elasticidade da sua consciência não devem ser admitidos na Minha Igreja até que tenham mudado o seu coração.  

Você toleraria que pessoas imundas entrassem em uma piscina municipal sem antes tomarem banho completo? E você acha que um simples partido político concordaria em acolher adversários dentro dele, correndo o risco de vê-los difundir ideias incompatíveis com as suas e defender os seus próprios interesses? Todos devem estar, Meus pequenos, em seu devido lugar e na hora certa. Não vim para acolher os pecadores que desejam perseverar no seu erro, mas para salvar aqueles que ouvem a Minha Voz e se deixam tocar pelo amor que tenho por eles e pelo Meu ensinamento.

No entanto, a situação é grave enquanto vos falo, porque lobos formidáveis ​​se infiltraram no cume mais alto da Minha Igreja, que querem poder dirigir e transformar como quiserem. Lobos que não vivem na verdade e que querem, em nome mesmo do Meu Amor e da Minha Misericórdia, abrir as portas aos libertinos, aos idólatras, aos adúlteros, aos efeminados, aos pederastas (cf. 1 Cor 6, 10) e aos hereges, cujos corações impuros não têm nenhum desejo sincero de conversão, mas procuram reunir os Meus pequeninos, aqueles que são fiéis a Mim, atraindo-os para as armadilhas das ideologias que, por mais atraentes que sejam, vêm do falso espírito, o do Anticristo, cujo objetivo é virar o barco de Pedro.

Lobos que fazem a Minha Igreja firmar pactos com indivíduos que afirmam ter o poder de mudar o mundo, pondo fim à injustiça, à opressão e à pobreza, mas que, na verdade, não passam de terríveis mentirosos, déspotas intransigentes e eugenistas convictos. É por isso que hoje digo aos Meus Pastores e aos Meus sacerdotes: «Não sejais ingênuos porque, quaisquer que sejam as suas palavras, estes seres usam artimanhas para vos induzir ao erro (cf. Ep 4, 14)  ! »

Lobos que afirmam querer proteger o mundo das doenças, submetendo as suas populações a repetidas “vacinas” – “vacinas” cuja letalidade continuarão a silenciar porque querem simultaneamente derrubar a população mundial e engordar os laboratórios farmacêuticos e os seus capangas – da qual obviamente fazem parte – através de lucros suculentos. Pensando que nada os deterá e para desafiar todas as suspeitas, incorporam agora insetos e animais nos seus projetos desastrosos. Convido você a permanecer muito vigilante neste ponto. 

Lobos, finalmente, que querem, com a ajuda de um sistema de justiça que tem a sua quota de corrupção, modificar a fé, os dogmas da Minha Igreja e o seu direito canônico para chegar a uma grande religião universal panteísta e herética que exerceria um controle permanente sobre indivíduos, corpos e almas.

A fé católica, Meus pequenos, não é uma ditadura. Também não é um sincretismo e de forma alguma poderia sê-lo, pois com a Revelação do seu Deus, que se encarnou da Virgem Maria e se fez Homem, ela já recebeu tudo. Quanto ao Meu Amor e à Minha Misericórdia, não se baseiam numa utopia que consistiria em fazer acreditar que seres humanos indignos, doentios, corruptos e manipuladores podem ser acolhidos na Minha Igreja e misturados com as Minhas ovelhas – quero dizer: aqueles que se esforçam para Me seguir – sem ser manchado ou desestabilizado.

É por isso que peço a todos os Meus Pastores que se mantenham fiéis a Mim e conformes ao Meu Evangelho, ao ensinamento e à lei da Minha Igreja, especialmente em questões de ética e moralidade. E peço-lhes que exerçam a maior prudência e se protejam contra todos os lobos aqui em questão, que se disfarçam de ovelhas (cf. Mt 7,15) para frustrar a sua vigilância para alcançar os seus fins satânicos. 

Isto já acontecia não há muito tempo com as famosas “vacinas” que muitos bispos e padres assumiram como dever aconselhar o seu rebanho sem antes garantir a sua total segurança em pessoas reais, que as autoridades governamentais corruptas, no entanto, trabalharam arduamente para desacreditar. Alguns eclesiásticos ultrapassaram mesmo os seus direitos, chegando ao ponto de falar de uma violação da caridade por parte de quem recusa estas injeções.

Quando vocês finalmente entenderão, Meus filhinhos, que seus governantes não querem apenas coisas boas para vocês e que o lucro e a sede de poder podem levá-los muito longe na corrupção? Que os Meus Pastores e os Meus sacerdotes parem de uivar com os lobos sem sequer se dar ao trabalho de discernir o certo do errado, porque este tipo de comportamento não é sábio.

Nestes tempos de luta contra os poderes das trevas, venho novamente pedir a vocês, eclesiásticos, e a vocês, leigos, que deixem de lado sua ingenuidade, seu chamado bom coração e suas quimeras, se não quiserem se tornar cúmplices do inaceitável. Quantas vezes você já ouviu falar, nessas mensagens, do falso espírito e do falso amor, e mesmo assim você persiste em continuar vivendo como se nada tivesse acontecido, incrédulos e até anestesiados face aos planos maquiavélicos daqueles que vos desejam o mal.

Reúnam-se, meus pequeninos, vós que sois a Minha Igreja, porque se não vos converterdes, se não tomardes consciência das gravíssimas coisas que os vossos dirigentes estão hoje a preparar em matéria de saúde pública, ética, moral e liberdade individual, lamentareis amargamente daqui a algum tempo não terdes levado as coisas a sério e feito todos os esforços a nível eleitoral e espiritual através da oração.  jejum e esmola, para manter este terrível cálice longe de você!

Encorajo-vos, portanto, eu, o Mediador, a dirigir ao Pai Celestial, do fundo do vosso coração, todos os vossos pedidos através de Mim, com a ajuda da Minha doce Mãe, a Bem-Aventurada Virgem Maria – cujo aniversário a Minha Igreja celebra hoje, ou a dos santos que você ama, na comunhão dos santos. Creiam que sua oração ainda pode mudar o rumo das coisas e perseverem, Meus queridos filhos, neste caminho com confiança.

Eu vos abençoo.

Jesus

Aprovação do Padre Marc-Antoine Fontelle ob, doutor em teologia, direito canônico e direito civil.

Fonte:https://messages-du-ciel.com/message-du-8-septembre-2023/




Artigo Visto: 890

 




Total Visitas Únicas: 6.306.387
Visitas Únicas Hoje: 641
Usuários Online: 135