Sinais do Reino


Final dos Tempos
  • Voltar






05/05/2023
A esquerda organiza uma exposição blasfema no Parlamento Europeu

A eurodeputada esquerdista sueca Malin Bjork foi incumbida de organizar uma exposição blasfema no Parlamento Europeu com imagens de uma 'artista' lésbica.

A eurodeputada enviou os convites a todos os eurodeputados: "Caríssimos, por ocasião da Presidência Sueca do Conselho Europeu, convidámos a fotógrafa Elisabeth Ohlson para mostrar alguns dos seus trabalhos. Todas as imagens que escolhidas para este evento têm um tema inclusivo LGBT ou de direitos humanos."

Image

04/05/2023

A mensagem vem com duas imagens. Uma representando um pequeno barco com imigrantes com um pé empurrando-o para longe de um barco, e a outra representando uma figura masculina de cabelos compridos em uma túnica branca, supostamente evocando Jesus, cercada por homens em trajes 'sadomasoquistas'.

As imagens, da fotógrafa lésbica sueca Elisabeth Ohlson, são exibidas em um corredor lateral do prédio em Bruxelas como parte de uma exposição cultural organizada por políticos de esquerda de toda a Europa. Ohlson diz que o trabalho representa Jesus "amando os direitos LGBTQ+". Não é a primeira vez que esta mulher provoca com os seus "trabalhos". Em 1998, ele ganhou fama quando exibiu pela primeira vez um Ecce Homo de Jesus em um código LGBT dentro de uma catedral sueca.

Crítica da exposição

A deputada da Lega italiana Maria Veronica Rossi defendeu que "é legítimo tratar de questões de todo o tipo nas esferas institucionais, mas explorar uma religião é uma falta de respeito intolerável para milhões de fiéis em toda a Europa. Para além da intuição cultural, isto surge como uma provocação gratuita: porquê ofender e desrespeitar?»

O vice-primeiro-ministro da Itália, Matteo Salvini, foi ao Facebook para criticar a imagem com uma legenda ao lado da foto que dizia: "Arte? Não apenas vulgaridade e dissecação."

A VOX Europe juntou-se à crítica contra esta exposição blasfema. Através da conta oficial do twitter, o partido de Abascal denunciou que "mais uma vez, o Parlamento Europeu se junta ao lobby LGTB e promove uma exibição blasfema inoportuna, desnecessária e grotesca feita com a única intenção de ofender e dividir. Mais um exemplo do desprezo e ódio religioso das instituições de Bruxelas pelo cristianismo que nunca lhes ocorreria com a "religião da paz". É imperativo alcançar a maioria no Conselho e no Parlamento para recuperar os pilares e as tradições da Europa."

Mais uma vez, o Parlamento Europeu junta-se ao lobby LGBT e promove uma declaração blasfema inoportuna, desnecessária e grotesca feita com a única intenção de ofender e dividir.

Mais um exemplo do desprezo e ódio religioso das instituições de Bruxelas pelo cristianismo que… pic.twitter.com/YhduZ0Be1E

— VOX Europe (@VOX_Europa_) 4 de maio de 2023

O eurodeputado e porta-voz da VOX, Jorge Buxadé, também se juntou às críticas através das suas redes sociais. Buxadé denuncia que "o Parlamento Europeu se tornou um espaço de impunidade para o lobby LGTBIQ+ com a cumplicidade da esquerda, popular e liberal".

«O meu infinito desprezo pelo autor, pelos promotores e por quem o permitiu. Nojento e miserável. O meu desejo é que a próxima legislatura não seja possível", acrescentou o VOX.(Fonte INFOVATICANA)

Foto com Jesus e daddies em exposição deixa fanáticos furiosos | Pheeno

Via:https://www.vidaefecatolica.com.br/l/a-esquerda-organiza-uma-exposicao-blasfema-no-parlamento-europeu/




Artigo Visto: 719

 




Total Visitas Únicas: 6.306.387
Visitas Únicas Hoje: 641
Usuários Online: 135