"...Então verão o Filho do homem voltar sobre as nuvens com grande poder e glória.." (Marcos 13)
 
       
 
Documento sem título
 




 
 
19/05/2020
116 Países Apoiam Investigação contra China.
 

116 Países Apoiam Investigação contra China.

segunda-feira, 18 de maio de 2020

https://1.bp.blogspot.com/-1N2hRchMJO0/XsKEoCVaZkI/AAAAAAABDq4/z3SHFjWr0eE-eIlmm8N9drrA85Xb4vuXwCLcBGAsYHQ/s320/28474140-0-image-a-13_1589653727965.jpg

Ontem, eu li, no Business Insider, que a China reconheceu que ordenou a destruição das amostra de coronavirus nos laboratórios do país, como acusou os Estados Unidos. Mas disse que a destruição foi para o nosso bem. Believe it or not!

Liu Dengfeng, um funcionário do departamento de ciência e educação da Comissão Nacional de Saúde da China, disse em uma entrevista coletiva em Pequim na sexta-feira que as amostras foram destruídas para "evitar o risco à segurança biológica do laboratório e evitar desastres secundários causados por patógenos não identificados".

Enquanto o mundo já contabiliza mais de 315 mil mortes pelo coronavirus, quase 90 mil só nos Estados Unidos, a China continua controlando investigações sobre a doença em seu país.

Hoje, eu li que 116 nações estão apoiando a União Europeia para que se faça uma investigação internacional na China, na Assembléia Mundial de Saúde.

O projeto de resolução na Assembléia Mundial da Saúde foi apresentado pela União Européia. Define uma série de medidas que precisam ser tomadas em relação ao COVID-19, uma revisão entre elas, e um exame das origens do próprio coronavírus. Uma moção no projeto de resolução solicita que o diretor geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, trabalhe em estreita colaboração com a Organização Mundial de Saúde Animal para “identificar a fonte zoonótica do vírus. A moção também solicita um exame da via de introdução à população humana, incluindo o possível papel dos hospedeiros intermediários.

O projeto não diz que a investigação deve ser feita na China, apenas se supõe isso.

O projeto de resolução da UE agora conta com 116 co-patrocinadores, depois que todo o Grupo Africano e seus estados membros aderiram à lista inicial de 62 países, incluindo Austrália, Rússia, Reino Unido e Japão.

Os países que agora apoiam o inquérito são Albânia, Austrália, Bangladesh, Bielorrússia, Butão, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Djibuti, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Guiana, Islândia, Índia, Indonésia, Japão, Jordânia, Cazaquistão , Malásia, Maldivas, México, Mônaco, Montenegro, Nova Zelândia, Macedônia do Norte, Noruega, Paraguai, Peru, Catar, República da Coréia, República da Moldávia, Federação Russa, São Marinho, Arábia Saudita, o Grupo Africano e seus Estados-Membros, União Europeia e seus Estados-Membros, Tunísia, Turquia, Ucrânia e Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte.

Os Estados Unidos não aparecem entre os signatários. O Daily Wire avalia que é porque os Estados Unidos querem mais supervisão ou ainda mais foco na China e no papel que os chineses  desempenharam no vírus que se espalhou pelo mundo.

Ao que parece os Estados Unidos ainda não estão satisfeitos com a resolução da União Europeia.


Fonte:http://thyselfolord.blogspot.com/2020/05/116-paises-apoiam-investigacao-contra.html?

 
 
 

Artigo Visto: 422 - Impresso: 2 - Enviado: 2

 

 
     
 
Total Visitas Únicas: 4.292.248 - Visitas Únicas Hoje: 1.112 Usuários Online: 207